5 eventos ao vivo

Desfalque de Rossi pesa e reforça importância de bom planejamento do Vasco para 2020

Cruz-Maltino jogou mal na derrota para o São Paulo no Morumbi e vê jogadores em fim de contrato como protagonistas nos últimos momentos da temporada

29 nov 2019
06h18
atualizado às 06h18
  • separator
  • 0
  • comentários

Já livre do rebaixamento e encaminhado na Copa Sul-Americana, o Vasco parece sem objetivos na temporada. Apesar do discurso dos jogadores ser de dedicação até o final do Campeonato Brasileiro, o que se viu contra o São Paulo, na derrota por 1 a 0, foi o contrário disso. Mais uma vez, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo sentiu um desfalque de última hora. Pesou também a limitação técnica e a conhecida falta de opções no elenco, algo que precisará ser revisto no planejamento de 2020.

Ribamar entrou ainda no primeiro tempo e pouco fez (Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium/Lancepress!)
Ribamar entrou ainda no primeiro tempo e pouco fez (Foto: Eduardo Carmim/Photo Premium/Lancepress!)
Foto: Lance!

Nesta partida, o atacante Rossi ficou fora até do banco de reservas. Ele sentiu o tornozelo no treinamento da véspera do confronto e não se recuperou a tempo. E a equipe não soube lidar com a ausência do que hoje é uma das principais armas do elenco. O jogador, inclusive, só tem contrato até o final deste ano e a situação para sua permanência é vista como difícil. Fato é que o ataque talvez seja o setor mais complicado para se projetar. O jovem Talles Magno retornará de lesão e Marrony ainda é opção, mas é preciso reformular, inclusive para conseguir o centroavante que faltou em 2019.

TABELA
> Confira a classificação e o simulador do Brasileiro clicando aqui
A situação inversa foi vivida novamente pelo volante Richard e pelo zagueiro Oswaldo Henríquez. Os dois falharam no gol do São Paulo e também aguardam para a definição do futuro. No entanto, neste caso deve pesar o balanço positivo do ano feito pelos dois após a parada da Copa América. A dupla já havia sido protagonista negativamente no empate por 1 a 1 com o Goiás, em São Januário.

Chamou a atenção a utilização de Valdívia no segundo tempo. O jogador não era relacionado há sete semanas e foi a primeira opção escolhida por Luxa para tentar mudar o jogo. Ele também é um dos que tem vínculo até dezembro e a tendência é que não fique, já que não conseguiu aproveitar nenhuma oportunidade até o momento.

- Não (estou satisfeito). Já conversei com os jogadores. A nível de participação de jogo foi aquém, mas é algo que podia acontecer. Uma equipe que estava fadada a cair, que todo mundo falava que podia ir para a segunda divisão e a gente conseguiu sair. Você sente o dever cumprido e esquece que ainda faltam três jogos. Acho que faltou um pouco de aplicação, de determinação. O São Paulo não fez uma partida memorável, mas mereceu - disse Luxemburgo.

O Vasco volta a entrar em campo na próxima segunda-feira, contra o Cruzeiro, em São Januário. Os volantes Marcos Jr e Raul já são desfalques confirmados. O primeiro teve um choque de cabeça e ainda deve estar nos protocolos para essas situações. O segundo está suspenso.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade