1 evento ao vivo

Derrota para o Vasco obriga Cruzeiro a vencer o Grêmio para não ser rebaixado na 37ª rodada

Caso o Ceará empate, a Raposa vai precisar de uma vitória para evitar o primeiro rebaixamento na sua história já na próxima rodada do Campeonato Brasileiro

2 dez 2019
22h33
atualizado às 22h47
  • separator
  • 0
  • comentários

O Cruzeiro n#ão depende de si para se salvar da queda para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. A derrota para o Vasco, por 1 a 0, deixou o time mineiro em uma situação delicadíssima na competição. A Raposa tem de vencer os seus dois últimos jogos, contra Grêmio e Palmeiras, para ter chances de permanência.

O Cruzeiro lutou, mas a fase dentro de campo não é boa e o desempenho continua muito ruim-(Bruno Haddad/Cruzeiro)
O Cruzeiro lutou, mas a fase dentro de campo não é boa e o desempenho continua muito ruim-(Bruno Haddad/Cruzeiro)
Foto: Lance!

Tabela
> Veja classificação e simule os próximos jogo do Brasileiro

Porém, para que esse pequeno "milagre" aconteça, o Cruzeiro terá de "secar" o Ceará, pois caso o Vozão pontue melhor do que a Raposa na 37ª rodada, o time celeste será rebaixado.

As conjecturas para um possível rebaixamento do Cruzeiro são: se a Raposa empatar e o Ceará vencer o Corinthians, em Fortaleza, os mineiros chegam aos 37 pontos e os cearenses aos 41 pontos, inviabilizando o salvamento cruzeirense, mesmo que vença seu último jogo diante do Palmeiras e o Vozão perca na rodada final do Brasileiro para o Botafogo.

Outro cenário para queda do Cruzeiro será uma derrota para o Grêmio . Nesse caso, um simples empate do Ceará rebaixa o time azul, pois mesmo se vencer na última rodada e o time nordestino perder, o Vozão fica na Série A, pois tem mais vitórias do que o Cruzeiro.

Logo, vencer o Grêmio, quinta-feira, 5 de dezembro, na arena gremista, em Porto Alegre é a única alternativa para o Cruzeiro ainda manter acesa a chama da esperança de ficar na Série A.
O capitão Henrique tentou segurar o foco e manter a motivação da equipe neste momento, o mais vexatório da história de 98 anos do clube.

— É muito difícil falar depois de uma derrota, onde havia possibilidade de sairmos da colocação que nos encontramos. Temos que ter forças. Agora é um jogo dificílimo contra o Grêmio, onde não podemos baixar a guarda. Sabemos que cada vez se torna mais difícil. Temos que vencer os dois jogos, contra o Grêmio e contra o Palmeiras. Não dependemos só de nós. Se temos possibilidades, vamos correr atrás. Não podemos lamentar o que passou. Vamos buscar duas vitórias e torcer. Jogamos numa grande instituição, mas chega um momento que as coisas não vão dando certo e a ansiedade, a bola acaba acelerando. Temos que ter forças. Muitos já viveram isso, muitos não. Temos que tirar forças de onde tem para buscar vencer os dois jogos e torcer pelo resultado negativo do Ceará-disse Henrique.

O Cruzeiro vai jogar contra o Tricolor Gaúcho sabendo do resultado do Ceará, que duela com o Timão na quarta-feira, 4 de dezembro, no Castelão.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade