0

De olho na Copa, Polônia joga amistoso em casa contra o Chile

Seleção de Robert Lewandowski conta com grandes nomes do cenário futebolístico europeu e enfrenta um Chile com escalação alternativa, nesta sexta-feira, às 15h45

7 jun 2018
12h03
  • separator
  • 0
  • comentários

A Polônia chega na reta final da sua preparação para a Copa do Mundo. Após o amistoso contra a Coréia do Sul, é a vez da seleção polonesa encarar o Chile, jogando em seu território, na cidade de Poznań, nesta sexta-feira, às 15h45.

Lewandowski é o craque da Polônia (Foto: Christof Stache/AFP)
Lewandowski é o craque da Polônia (Foto: Christof Stache/AFP)
Foto: Lance!

Campanha nas eliminatórias

Nas eliminatórias europeias, a Polônia foi o destaque de do grupo E. Classificada em primeiro, com cinco pontos a frente do segundo colocado (Dinamarca), a Polônia, em 10 jogos, venceu oito, empatou um e perdeu um, além de ter o melhor ataque, com 28 gols marcados. Dentre as partidas, destaque para uma sonora goleada de 6 a 1 na Armênia, com três gols de Lewandowski.

O craque

Um dos maiores atacante da atualidade, Robert Lewandowski é o expoente máximo da seleção polonesa. Dentro da grande área, poucos se igualam ao craque polonês, que fez mais uma grande temporada pelo Bayern de Munique. Em 48 jogos, Lewa marcou 41 gols e deu cinco assistências. O atacante foi o artilheiro do Campeonato Alemão, com 29 gols em 30. Foi o artilheiro do clube na Champions League, com cinco gols em 11 jogos. Lewandowski também é o artilheiro da Copa Alemanha, com seis gols e cinco jogos. Ou seja, Lewandowski foi o artilheiro de todas as principais competições que o Bayern de Munique disputou na temporada.

Experiências

Além de Lewandowski, a Polônia tem em seu elenco grandes jogadores que jogam em grandes clubes europeus. É o caso do goleiro Szczesny, reserva imediato de Buffon na Juventus e que deve ser o titular na próxima temporada. Na Itália, o meia Zielinski e o atacante Milik defendem o Napoli, vice-campeão italiano. A seleção também tem nomes experientes, como do goleiro Fabiansky, o defensor Piszvzek (Borussia Dortmund) e do volante Blaszczykowski (Wolsfburg).

Provável escalação: Szczesny; Kedziora, Pazdan e Piszczek; Rybus, Maczynski, Romanczuk e Jedrzejczyk; Groslckl, Lewandowski e Zlelinski. Técnico: Adam Nawalka (3-4-3)
Chile

Atual campeão da Copa América (2015 e 2016), a seleção chilena decepcionou nas eliminatórias e não conseguiu vaga na Copa do Mundo. O Chile ficou em sexto colocado, com 26 pontos. Foram sete vitórias, cinco empates e seis derrotas. A equipe, porém, apesar de craques como Alexis Sanchéz (Arsenal) e Arturo Vidal, companheiro de Lewandowski no Bayern de Munique, jogou com uma equipe alternativa em sua última partida.

Provável escalação: Arias; Albornoz. Maripán, Roco e Diáz; Pulgar e Reyes; Fernandes, Valdés e Sagal; Mora. Técnico: Reinaldo Rueda (4-5-1)

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade