0

Danilo Barcelos vê Fluminense como 'uma das melhores escolhas da carreira' e avalia disputa com Egídio

Lateral chegou no Tricolor há quase dois meses e virou o titular de Odair Hellmann na lateral esquerda da equipe, desbancando o veterano

21 out 2020
16h43
atualizado às 16h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Prestes a completar dois meses vestindo a camisa do Fluminense, Danilo Barcelos já parece completamente adaptado ao novo ambiente. Após ter passagens por Vasco e Botafogo, o jogador chegou às Laranjeiras para disputar posição com Egídio, mas já se tornou o titular indiscutível do setor. Em entrevista coletiva no CT Carlos Castilho, o atleta rechaçou qualquer preocupação com as críticas recebidas na contratação e enalteceu a escolha pelo Flu, onde afirmou já se sentir em casa.

Danilo Barcelos durante entrevista coletiva no CT Carlos Castilho (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Danilo Barcelos durante entrevista coletiva no CT Carlos Castilho (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Foto: Lance!

- Encarei com muita naturalidade. Tenho muito tempo já nessa caminhada, vamos aprendendo algumas coisas. Sou um cara tranquilo, família. Entendo que todo trabalho tem suas críticas e seus elogios, aqui não seria diferente. O peso e a forma como foi só me mostra o tamanho da torcida do Fluminense. Fiquei muito feliz de vir, foi uma das melhores escolhas da minha carreira, fui muito bem recebido. Isso corrobora para tudo ir bem. Com tão pouco tempo já me sinto em casa. Fico feliz com a maneira que fui recebido, o respeito, e espero levar as boas lembranças do primeiro ao último dia que estiver aqui. Espero ficar muito tempo - disse.

Antes de chegar ao Flu, Danilo quase acertou com o Cruzeiro após rescindir com o Botafogo. Nascido em Minas Gerais, o lateral passou por equipes como América-MG, Atlético-MG e pela base do time Celeste.

- Estou 100% adaptado e muito feliz. Acredito muito no dia a dia. Sou um cara que me entrego bastante independente do tipo de treino ou o dia que estamos aqui. Temos um grupo muito bom, estamos caminhando bem e tem coisa boa pela frente. Muito feliz pela maneira que as coisas estão acontecendo e a forma que a equipe está dentro de campo. Confesso que foi difícil. Tenho uma história bacana em Minas Gerais, mas falo que foi acertado porque fiz uma caminhada boa no Rio de Janeiro no ano passado. Era uma opção de carreira também, minha família está adaptada, meus filhos felizes - explicou.

Depois de um jogo no banco de reservas, Danilo Barcelos fez a estreia contra o Corinthians, quando foi titular, em 13 de setembro. Desde então, ele não saiu mais da equipe. Se a contratação do jogador foi bastante contestada pela torcida, seu antecessor também vivia momentos complicados. Egídio vinha sendo bastante criticado por erros durante as partidas.

- Acho que no dia a dia o professor tem um grupo muito bom nas mãos. Ele sempre escolhe quem está melhor para jogar. O Egídio é um baita jogador. Acompanho ele desde muito novo. Acho que o dia a dia faz a diferença. Não acredito em posição cativa. Respeito o Egídio e meus companheiros de profissão. Tendo uma mentalidade forte vamos chegar nas coisas que pensamos lá na frente. Conversamos diariamente. Tenho muito respeito por ele, nos encontramos bastante. É em prol do Fluminense. Se todos estiverem preparados poderemos ajudar ao final do campeonato - afirmou.

VEJA OUTRAS RESPOSTAS DE DANILO BARCELOS:

O FRED COMO REFERÊNCIA FACILITA?

Facilita muito. Já tinha trabalhado com o Fred em 2017 no Atlético-MG. Jogamos uma Libertadores juntos, fomos campeões mineiros. É um cara que tenho um respeito e uma admiração grandes. Posso falar que sou um fã assumido dele por tudo que já fez no futebol. A qualidade que ele tem é muito grande. Toda jogada de linha de fundo que faço eu procuro ele, pois é nossa referência. Mas a movimentação dele facilita. Tem se movimentado bastante e procurando ajudar ao máximo, faz a diferença, chama a marcação e ajuda os companheiros. Acredito muito no posicionamento do Fred, conversamos muito. Com certeza ele faz a diferença em campo.

TEMPO DE TREINO

Acho que a vantagem é para o nosso grupo trabalhar mais e estar inteiro nos jogos. É difícil falar em vantagem dentro da partida, porque o futebol brasileiro é muito competitivo. Tem muito jogador de qualidade. Acho que vai ser bom pelas lesões, número de treinamentos, pois não estava tendo quase nenhum, para chegarmos inteiros nos jogos. Mas falar que isso altera em resultado é muito difícil. Temos um futebol equilibrado. Acredito que será bom no dia a dia. Se transformarmos isso em jogo, sairemos vitoriosos.

POSIÇÃO NA TABELA

Vivemos um bom momento de invencibilidade. Quem tem esse momento de regularidade acaba ficando mais alto na tabela e precisamos manter até o mais longe possível a invencibilidade e os bons jogos. Temos uma semana para descansar, com trabalho sempre. Acredito no dia a dia, no que fazemos nos treinamentos. Vamos entregar no jogo para no final do campeonato isso fazer a diferença. Sei que o torcedor ficou chateado com o empate contra o Ceará, mas tenho certeza que isso nos dará respaldo lá na frente para conquistarmos o que sonhamos.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade