PUBLICIDADE

Cuca explica problemas com Sánchez e Soteldo durante vitória do Santos

Os dois estrangeiros deixaram o gramado irritados na vitória santista por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, nesta quarta-feira (05)

10 set 2020 06h03
| atualizado às 07h57
ver comentários
Publicidade

Mesmo com a vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, nesta quarta-feira (09), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro, dois jogadores do Santos saíram insatisfeitos do jogo: Carlos Sánchez e Soteldo.

O uruguaio saiu de campo irritado após ser substituído por Ivonei, aos 30 minutos do segundo tempo. Já o venezuelano ficou chateado por não ter batido o pênalti que culminou no terceiro gol, já nos acréscimos da partida.

Soteldo queria ter batido pênalti (Foto: Jota Erre/Photo Premium)
Soteldo queria ter batido pênalti (Foto: Jota Erre/Photo Premium)
Foto: Lance!

Ao fim do jogo, no vestiário, o técnico Cuca conversou com os dois atletas para minimizar os problemas.

- Jogador sai bravo porque quer jogar e a gente tem de respeitar. Sánchez é uma pessoa que respeito muito, gosto do futebol dele. Eu precisava dar uma consistência maior com o Ivonei. Jogador tem cabeça quente - disse o técnico santista em entrevista coletiva virtual após o triunfo.

- Soteldo queria bater o pênalti, mas estava o Marinho. Soteldo falou que não tinha feito gol, mas não precisa, o importante é ganhar com teu comprometimento. Ele entendeu - concluiu o treinador.

Os dois jogadores foram poupados no último sábado (05), na vitória do Alvinegro contra o Ceará, por 1 a 0, no estádio do Castelão, em Fortaleza, pela oitava rodada do Brasileirão, iniciando o duelo no banco de reservas, para poder serem titulares contra o Galo, nesta quarta-feira (05). Com a carga excessiva de jogos, os gringos são vistos como peças fundamentais no plantel santista para a temporada.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini

Lance!
Publicidade
Publicidade