0

Cruzeiro vence o Patrocinense com facilidade por 3 a 0

A Raposa fez o suficiente para derrotar a equipe do interior e decidir o torneio de consolação criado pela FMF

1 ago 2020
16h27
atualizado às 16h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Cruzeiro cumpriu o papel que dele se esperava, venceu o Patrocinense por 3 a 0 e classificou-se à final do Troféu Inconfidência. Os gols do triunfo foram marcados por Ramon, Roberson e Maurício. O torneio foi criado pela Federação Mineira para os times que não se classificaram às semifinais do Estadual.

O Cruzeiro teve dificuldades diante do Patrocinense, mesmo com um time mais entrosado e com tempo maior de preparação física, mas saiu vencedor do duelo-(Bruno Haddad/Cruzeiro)
O Cruzeiro teve dificuldades diante do Patrocinense, mesmo com um time mais entrosado e com tempo maior de preparação física, mas saiu vencedor do duelo-(Bruno Haddad/Cruzeiro)
Foto: LANCE!

Como a Raposa não avançou no Mineiro, o que seria uma disputa do interior ganhou algum destaque com a presença do time celeste, que voltará a campo na próxima quarta-feira, 5 de agosto, para encarar o vencedor de Uberlândia e Boa Esporte, que se enfrentam neste domingo (2), às 19h, no Parque do Sabiá.

O Cruzeiro até tentou não disputar a competição, mas por força de regulamento teve de encarar os jogos e acabou aproveitando para testar seu elenco e se preparar melhor para estreia na Série B no sábado, 8 de agosto, no Mineirão, diante do Botafogo-SP.

O jogo

O Cruzeiro teve dificuldades no primeiro tempo, não conseguindo finalizar ao gol e mesmo com uma equipe mais qualificada e preparada fisicamente, não tramava boas ações ofensivas, proporcionando até alguns raros momentos de perigo para o Patrocinense.

Somente na etapa final de jogo, com o desgaste da equipe do interior, que a Raposa engrenou na partida, marcando seus gols e controlando as ações do jogo até o apito final.

Experiências de Enderson

Enderson Moreira aproveitou a partida para fazer vários testes. Entraram o lateral-esquerdo Giovanni, estreando com a camisa azul, o goleiro Vitor Eudes, o meia Claudinho começou pela primeira vez como titular e Machado foi deslocado para a lateral-direita.

O treinador também usou a nova regra de substituições, colocando cinco atletas em campo para observar outros jogadores da equipe celeste. Apesar da fragilidade do adversário, Enderson pôde dar ritmo de jogo para quem estava jogando pouco e deixá-los mais prontos para o restante da temporada.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 x 0 PATROCINENSE

Data-hora: 1º de agosto de 2020, às 14h30 (de Brasília)

Estádio: Mineirão, Belo Horizonte(MG)

Árbitro: André Luiz Skettino

Assistentes: Fernanda Nandrea Gomes Antunes e Marcyano da Silva Vicente

Cartões amarelos: Enderson Moreira(Técnico CRU)

Cartões vermelhos:-

Gols: Ramon, aos 11'-2ºT(1-0), Roberson, aos 31'-2ºT(2-0),Maurício, aos 35'-2ºT(3-0)

Cruzeiro: Vitor Eudes, Machado, Ramon, Léo e Giovanni(João Lucas, aos 21'-2ºT); Jean, Jadsom(Adriano, aos 29'-2ºT), Maurício, Claudinho(Marco Antônio, aos 21'-2ºT), Stênio(Welinton, aos 37'-2ºT) e Thiago(Roberson, aos 21'-2ºT). Técnico: Enderson Moreira

Patrocinense: Thiago Passos, Emerson, Alex Moraes, Nilo,Igor Pereira, Fernando Teixeira(Allan Patrick, aos 21'-2ºT), Wisley, Thiago Lima(Otávio Marques, aos 11'-2ºT), Magalhães(Henrique, aos 32'-2ºT), Victor Rafael(Danielzinho, aos 21'-2ºT), Rafael Gladiador(Gabriel, aos 32'-2ºT). Técnico: Milagres

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade