0

Cruzeiro vence o América-MG pelo Brasileiro sub-20

A Raposa subiu para a terceira colocação da competição de base,enquanto o Coelho caiu para a 16ª posição no campeonato

11 out 2020
18h31
atualizado às 18h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com um futebol de toque de bola e agressividade ofensiva, a equipe Sub-20 do Cruzeiro bateu o América-MG, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Sesc Venda Nova, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da categoria. Os gols celestes foram marcados por Vinícius Popó e Choco.

A Raposa sub-20 chegou ao terceiro lugar no Brasileiro sub-20-(Pedro Vale/Cruzeiro)
A Raposa sub-20 chegou ao terceiro lugar no Brasileiro sub-20-(Pedro Vale/Cruzeiro)
Foto: Lance!

Com o resultado a Raposa chegou aos 10 pontos e está momentaneamente na terceira posição, já que o Corinthians ainda joga na rodada. Os oito melhores avançam para a fase mata-mata.

Os Crias da Toca voltam a campo na próxima quarta-feira, às 15h, no Rio de Janeiro, para encarar o Fluminense.

Com o resultado, o Coelhãozinho caiu para a 16ª colocação, com 4 pontos conquistados até aqui. O próximo confronto americano será nesta quarta-feira, às 15h, contra o São Paulo, no Sesc Venda Nova, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

A equipe celeste começou com tudo. Aos quatro minutos, Choco mandou uma bomba de fora da área e o goleiro adversário fez bela defesa. O América-MG chegou aos oito menos, mas Denivys mandou para escanteio.

O primeiro gol estrelado aconteceu aos nove minutos. Vinícius Popó recebeu de Kaiki e mandou para o fundo da rede: 1 a 0. Mesmo com a vantagem no placar, a Raposa seguiu em busca de ampliar o marcador.

Aos 16, Choco recebeu de Riquelmo, que fez grande jogada em velocidade, e mandou para o fundo da rede: 2 a 0.

Etapa final

O Cruzeiro começou o segundo tempo levando um susto logo no primeiro minuto. Após uma jogada rápida, Golderson que havia acabado de entrar fez para o adversário: 2 a 1. O América-MG chegou novamente aos 11 minutos, mas parou na boa defesa de Denivys.

Os garotos celestes jogavam com inteligência e controlando a partida, por vezes suportando as investidas do rival. Aos 39 minutos, Pedro Bicalho lançou para Alexandre Jesus, que com velocidade chegou na hora dividindo com o goleiro americano, que no choque machucou o ombro e precisou ser substituído.

O técnico Gilberto Fonseca escalou o Cruzeiro com: Denivys; Valdir, César, Gustavo Medina (Israel) e Kaiki; Ageu, Pedro Bicalho e Choco; Riquelmo, Gui Mendes (Alexandre Jesus) e Vinícius Popó (Guilherme Liberato).

Veja também:

Veja promessas do Barcelona que podem despontar no futuro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade