2 eventos ao vivo

Cruzeiro tem perda de 3 mandos de campo confirmada no STJD

A Raposa foi derrotada no seu recurso e terá de cumprir mais três partidas sem torcida. No total, o time mineiro ficará cinco jogos sem o apoio do seu torcedor

9 jun 2020
16h54
atualizado às 17h14
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Na partida que rebaixou o Cruzeiro para a segunda divisão, houve uma série de confusões no Mineirão-(Foto: Felipe Correia/Photo Premium/Lancepress!)
Na partida que rebaixou o Cruzeiro para a segunda divisão, houve uma série de confusões no Mineirão-(Foto: Felipe Correia/Photo Premium/Lancepress!)
Foto: LANCE!

O Cruzeiro teve uma derrota fora dos campos. O STJD(Superior Tribunal de Justiça Desportiva) confirmou uma punição dada ao clube pelos incidentes no jogo contra o Palmeiras, na última rodada do Brasileiro de 2019, duelo que confirmou o rebaixamento do time mineiro para a segunda divisão.

Em primeira instância, o time celeste havia sido punido com a perda de três mandos de campo pelo tribunal por cenas de violência, quebra-quebra e brigas no Mineirão. No recurso tentado, o Cruzeiro teve sua pena confirmada e ficará sem poder receber o seu torcedor.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva condenou o Cruzeiro com base no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva por desordem na partida, provocada pelos seus torcedores, que jogaram objetos e sinalizadores no campo de jogo. Veja o que diz o artigo.

Artigo 213: Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir:
I — desordens em sua praça de desporto.
III — lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo.

 

Foi o terceiro julgamento do Cruzeiro por questões de violência. Contra o CSA, houve punição de três jogos, porém os mineiros conseguiram redução para uma partida após recurso. Outra pena a ser cumprida é por incidentes no duelo contra o Atlético-MG, também com um jogo de portões fechados.

E, com a confirmação da pena, mais três duelos sem o seu torcedor por confusões diante do Palmeiras. No saldo geral, o resultado final das penas foi menor do que se esperava, pois de nove jogos, a penalização caiu para cinco. Todos os jogos foram pelo Campeonato Brasileiro de 2019.

As penas só serão cumpridas quando o futebol voltar a ter público nos estádios. No total, com os três jogos de punição pela confusão contra o Palmeiras, a equipe mineira já soma cinco partidas que terá de jogar de portões fechados na Série B.

Veja também:

Repórter do L! analisa estreia do Botafogo no Campeonato Brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade