1 evento ao vivo

Cruzeiro reduz liberação de ingressos para organizadas e conselheiros

O clube está adotando novas medidas para cessão de entradas aos jogos da Raposa às organizadas e outros tipos de liberação, visando fortalecer o sócio-torcedor

13 fev 2020
16h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Em 2020 o Cruzeiro fez três jogos no Mineirão, e o clube celeste segue invicto na temporada, com duas vitórias e um empate. Fora de campo, o conselho gestor da Raposa vem atuando fortemente em relação à bilheteria dos jogos, que é uma importante fonte de recursos para o Cruzeiro.

O conselho gestor do clube está revisando a política de cortesias de ingressos- (Reprodução)
O conselho gestor do clube está revisando a política de cortesias de ingressos- (Reprodução)
Foto: Lance!

E desde o início de janeiro os dirigentes estão revendo e tendo uma atenção especial com a distribuição de cortesias nas partidas do time celeste, além de criar ações para fortalecer o programa Sócio 5 Estrelas, que está sendo reformulado para se tornar ainda mais atrativo para o torcedor.

Nos últimos anos a má administração pela qual passou o Cruzeiro chegou também às bilheterias, com a instituição sendo bastante prejudicada nessa área. Em 2018 e 2019, o número de ingressos gratuitos emitidos chegou a quase 7.000 em algumas partidas, uma conta que fatalmente foi paga pelo Clube. Por isso uma série de medidas foram tomadas pelo atual núcleo gestor, para reduzir drasticamente estes gargalos econômicos.

-É uma situação que nós temos que mudar, pois o resultado está aí: a situação financeira difícil em que se encontra o Clube, pela gestão temerária da qual a instituição foi vítima. A bilheteria é uma importante fonte de receita para o Cruzeiro e o programa de sócios tem que ser valorizado. O clube não tem condições de distribuir ingressos gratuitos, como vinha sendo feito- afirmou Saulo Fróes, presidente do Núcleo Dirigente Transitório.
Nas gestões anteriores os conselheiros do clube recebiam dois ingressos gratuitos por partida, o que está cancelado desde o início de janeiro. E para dar o exemplo, neste processo de moralização, ficou definido que nem os membros do atual conselho gestor receberão cortesias.

No entanto, o Cruzeiro tem contratos com patrocinadores e parceiros, e estas empresas recebem ingressos do clube para as ações comerciais e de engajamento com seu público. Estas contrapartidas estão previstas em contrato, e representam hoje cerca de 650 bilhetes emitidos por jogo. Além disso, o clube ainda atende com cortesias algumas entidades esportivas, por causa do regulamento de competições, e outras demandas, totalizando cerca de 1.000 ingressos, junto com os dos patrocinadores.

Em relação às cortesias distribuídas, o clube vai iniciar nos próximos dias um trabalho de conscientização, com o intuito de inibir a ação de cambistas. E o Cruzeiro também está estudando uma proposta de criação de um sócio torcedor direcionado para as torcidas organizadas.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade