3 eventos ao vivo

Cris Cyborg finaliza pela primeira vez na carreira e mantém título peso-pena no Bellator 249

Na luta principal do Bellator 249, nesta quinta-feira (25), Cris Cyborg correspondeu as expectativas e deu um verdadeiro show contra a australiana Arlene Blencowe

16 out 2020
09h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Realizado na noite de quinta-feira (15), em Connecticut (EUA), mais uma vez sem público por conta da pandemia de Covid-19, o Bellator 249 sofreu um importante desfalque de última hora, mas nem por isso perdeu seu brilho. Com um show de finalizações - cinco ao todo -, o destaque do evento ficou por conta da brasileira Cris Cyborg, que encaixou um mata-leão sobre Arlene Blencowe no primeiro round da luta principal e manteve o cinturão peso-pena em sua posse.

Cris Cyborg manteve o cinturão peso-pena do Bellator (Foto reprodução Instagram @kingzmma_hb)
Cris Cyborg manteve o cinturão peso-pena do Bellator (Foto reprodução Instagram @kingzmma_hb)
Foto: Lance!

O desfalque ficou por conta do brasileiro Patricky Pitbull. Escalado para o co-main event, o peso-leve brasileiro sofreu uma crise de labirintite horas antes da luta e, por isso, precisou deixar o combate contra Jaleel Willis. Segundo comunicado divulgado pelo seu irmão, Patrício, o potiguar passa bem.

Cris Cyborg dá show e mantém cinturão

Na luta principal do Bellator 249, Cris Cyborg correspondeu as expectativas e deu um verdadeiro show contra Arlene Blencowe. Sem dar chances para a australiana, Cris dominou a disputa desde o início, em pé e no chão, e soltou seu arsenal de golpes. No segundo round, depois de "desmontar" Arlene na trocação com uma combinação certeira, Cyborg levou a luta para o chão e encaixou um justo mata-leão. Essa foi a primeira vitória por finalização - de 23 - em sua carreira no MMA, que segue dominante na divisão.

Leandro Higo finaliza no co-main event

Atleta da Pitbull Brothers, o peso-galo Leandro Higo representou bem a equipe na ausência de Patricky Pitbull. Dominando o novo co-main event do início ao fim, o brasileiro mostrou que os treinos de Wrestling com Henry Cejudo - ex-campeão do UFC - surtiram efeito e, no segundo round, finalizou Ricky Bandejas.

Após dominar o primeiro round com um jogo de pressão no solo bastante sólido, Leandro Higo voltou com a mesma estratégia para a sequência do combate, e depois de anotar nova queda e ver uma oportunidade de finalizar, partiu para o justo mata-leão. Aos 31 anos, Higo agora tem 20 vitórias e cinco derrotas no cartel, e se aproxima de uma disputa de cinturão na divisão dos galos do Bellator.

Show de finalizações e nocautes no card

O card preliminar do Bellator 249 ficou marcado por um show de finalizações. Enquanto Christian Edwards e Da'mon Blackshear finalizaram Hamza Salim e Mike Kimbel, respectivamente, através do mata-leão, o jovem Aviv Gozali encaixou uma kimura em Logan Neal no primeiro round e segue invicto, com cinco vitórias.

Já os nocautes ficaram por conta de Andrew Kapel e Albert Gonzales, que derrotaram Joseph Creer e Kastriot Xhema, respectivamente, no segundo assalto. Pelo card principal, em disputa de pesos-pesados, Steve Mowry acertou uma bonita joelhada de encontro e "desmontou" Shawn Teed ainda no início do combate. Foi o oitavo triunfo do americano como profissional, que assim como Gozali, continua invicto no MMA.

RESULTADOS COMPLETOS:

Bellator 249

Uncasville, em Connecticut (EUA)

Quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Card principal

Cris Cyborg finalizou Arlene Blencowe com um mata-leão no 2R

Leandro Higo finalizou Ricky Bandejas com um mata-leão no 2R

Steve Mowry derrotou Shawn Teed por nocaute técnico no 1R

Saad Awad x Mandel Nallo terminou em "No Contest" (sem resultado)

Card preliminar

Albert Gonzales derrotou Kastriot Xhema por nocaute técnico no 2R

Aviv Gozali finalizou Logan Neal com uma kimura no 1R

Da'mon Blackshear finalizou Mike Kimbel com um mata-leão no 2R

Christian Edwards finalizou Hamza Salim com um mata-leão no 2R

Kemran Lachinov derrotou Kyle Crutchmer por decisão unânime dos jurados

Andrew Kapel derrotou Joseph Creer por nocaute técnico no 2R

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade