1 evento ao vivo

Crias da Academia: Inscrito na Libertadores, zagueiro vê adaptação ficar 'mais fácil' no profissional

Renan Victor tem contato no time de cima com companheiros da base e acredita que dividir experiências com quem já está no profissional facilita o dia a dia na Academia

22 set 2020
08h12
atualizado às 08h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Palmeiras tem aproveitado as categorias de base nesta temporada e o protagonismo das Crias da Academia no profissional tem facilitado a adaptação de quem tem tido o primeiro contato com o time de cima.

Renan Vitor tem 18 anos e está na lista da Copa Libertadores (Foto: Divulgação/Palmeiras)
Renan Vitor tem 18 anos e está na lista da Copa Libertadores (Foto: Divulgação/Palmeiras)
Foto: Lance!

É o caso do zagueiro Renan Victor, de 18 anos, que teve a oportunidade de treinar com os profissionais, porém encontrou muitas Crias da Academia.

- É mais fácil por conta da adaptação, porque quando a gente tem alguma dúvida e fica com receio de perguntar pra alguém mais experiente, você pode chegar naquele jogador que já conhecia da base e perguntar. Você se sente mais à vontade - diz Renan, ao LANCE!/NOSSO PALESTRA.

Chamado para compor os treinamentos na Academia de Futebol depois da lesão Henri, ele vê o futuro no clube e descarta sair como Pedrão ou Vitão, por exemplo.

- Meu foco hoje é apenas o Palmeiras. Estou trabalhando para ter o melhor desempenho possível quando a oportunidade aparecer. Espero conseguir ajudar a equipe no que precisar de mim e dar muita alegria à torcida - afirma o defensor de 18 anos.

Como a Conmebol aumentou a lista de inscritos na Copa Libertadores por conta da pandemia, Renan está no grupo de atletas que pode ser usado por Luxemburgo. Dos 50 nomes, 29 são formados nas categorias de base.

Bate-Bola com Renan Victor:

Hoje em dia se cobra muito dos zagueiros que eles saibam sair jogando bem com os pés. A base trabalhou isso e você considera que domina estes fundamentos? Tem algum jogador da sua posição que te inspire neste sentido?

Hoje, na maioria dos jogos, quem inicia as jogadas são os zagueiros, então temos que ter boa qualidade nos passes e também tomar as decisões certas. Além do Felipe Melo, que tem muita qualidade na saída de bola, o Luan é um zagueiro muito técnico também, que encontra muitos passes pra frente e quebrando as linhas do adversário.

Qual é o jogador que você tem como exemplo?

Admiro muito a personalidade e liderança do Felipe Melo e também do Willian. São dois atletas experientes, que sabem motivar a equipe e sempre buscam o melhor de cada um, fazendo com que todos entreguem tudo de si.

Já teve a oportunidade de conversar com o Vanderlei Luxemburgo?

Ainda não tive essa oportunidade, porém sei que vai chegar o momento e sem dúvida alguma ele tem muita coisa para passar para um jogador jovem como eu. Ele é um treinador muito experiente e vencedor, então tenho certeza que vou aprender muito.

Veja também:

Editor do L! analisa os destaques e decepções do primeiro turno do Brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade