0
Logo do Coritiba
Foto: terra

Coritiba

Coxa busca reforços para disputa da série B e pode liberar alguns atletas

Contratações no início do ano não deram certo e dirigente do clube admite chegada de nomes para temporada. O meia Ruy, que atravessa má fase pode ser emprestado

13 mar 2018
13h42
  • separator
  • comentários

Apesar de conquistar a Taça Dionísio Filho, primeira fase da campeonato paranaense, o Coritiba á apenas o último colocado na Taça Caio Junior, e dos motivos disso pode ser a baixa movimentação do Coxa no mercado. O clube não trouxe muitos jogadores na janela de janeiro e apostou na promoção dos atletas da base para compor o elenco para o estadual. No entanto, a diretoria já pensa em reforços para o decorrer do 2018.

Ruy não consegue repetir o desempenho de 2017 pelo América-MG e pode ser negociado (Foto: Divulgação/ Coritiba)
Ruy não consegue repetir o desempenho de 2017 pelo América-MG e pode ser negociado (Foto: Divulgação/ Coritiba)
Foto: LANCE!

- De cinco a seis jogadores, de seis a dez, mas, a gente não pode se ater muito ao número e, sim, à qualidade desses atletas que vão ser incorporados. A gente tem, sim, carências em alguns setores, tivemos problemas de lesões, mas isso não vai interferir na quantidade de atletas que a gente vai incorporar - disse Augusto de Oliveira, dirigente da equipe Coxa-Branca.

Devido o baixo orçamento da equipe, o Coritiba se viu limitado a contratações e subiu dez atletas a base do clube. Os contratados até o momento foram Benítez, lateral-direito; o volante Simião, os zagueiros Alex Alves e Alan Costa e também os atacantes Alvarenga e Pablo. Entretanto, nenhum mostrou bom futebol, sendo todos reservas.

Augusto também disse que com a chegada desses reforços para a disputa da série B, alguns jogadores podem ser negociados, como é o caso do meia Ruy, que teve ótimo 2017 pelo América-MG, mas ainda não rendeu pelo clube paranaense em 2017. O Sport inclusive já demonstrou interesse no jogador.

- Eu respeito o posicionamento do Sandro (Forner - técnico) e não vamos expor nenhum atleta a nível individual. Entretanto, nós temos uma equipe capacitada suficiente para analisar técnica e taticamente para tomarmos as devidas providências. Se os resultados ou o nível de jogo acaba não sendo a contento, nós ligamos o alerta e na medida do possível vamos fazer as devidas alterações, sem expor nenhum atleta - finalizou.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade