0

Corinthians suporta pressão e vence Athletico na Arena da Baixada

Depois de sair na frente no início do jogo, o time de Fabio Carille foi efetivo e suportou a pressão dos donos da casa e marcou o segundo no fim com Pedrinho

19 mai 2019
18h17
atualizado às 18h18
  • separator
  • 0
  • comentários

Eficiente. Assim foi o Corinthians na vitória por 2 a 0 sobre o Athletico-PR, neste sábado, pela quinta rodada do Brasileirão. Com apenas quatro finalizações o time paulista saiu com a vitória da Arena da Baixada diante do rival escalado com o time reserva. Vagner Love, no primeiro tempo e Pedrinho, no segundo, fizeram os gols da partida.

Vagner Love foi um dos destaques da vitória do Corinthians (FOto: Heuler Andrey/DiaEsportivo/Lancepress!)
Vagner Love foi um dos destaques da vitória do Corinthians (FOto: Heuler Andrey/DiaEsportivo/Lancepress!)
Foto: Lance!

Com o resultado, o Timão subiu para oitavo lugar na tabela, com oito pontos. O Furacão é décimo, com 7 pontos. Na próxima rodada o time de Fábio Carille encara o São Paulo, no domingo, em Itaquera. Antes, recebe o Deportivo Lara-VEN, na quarta, pela Copa Sul-Americana.

Bom começo corintiano
O Athletico foi para o jogo com o time reserva, em razão da primeira partida da decisão da Recopa Sul-Americana, contra o River Plate-ARG, na próxima quarta-feira. E com os titulares, o Corinthians começou melhor, na Arena da Baixada. O time de Carille tomou a iniciativa e soube administrar a partida. Poucas chances de gol foram criadas para ambos os lados até os 13 minutos. Jadson cruzou da esquerda e Vagner Love desviou de cabeça para abrir o placar e marcar o seu quarto gol na temporada e primeiro no Brasileirão.

Furacão pressiona
Depois de saírem atrás, os donos da casa equilibraram as ações e foram para cima do Timão. Braian Romero, Lucas Halter e Marcelo Cirino tiveram chances de empatar. Thonny Anderson chegou a fazer um gol, no rebote de um chute na trave de Romero, mas o bandeirinha anulou o lance por impedimento Do outro lado, Love teve mais uma chance, mas foi travado por Madson no último minuto.

Não valeu, de novo
Na volta do intervalo a dinâmica do final do primeiro tempo se repetiu. O Corinthians se defendia e rodava a bola, mas não conseguia encaixar um contra-ataque. O Furacão tentava o gol de todas as formas. Brian Romero chegou a marcar o que seria o gol de empate, mas estava em posição irregular, apontada imediatamente pelo auxiliar. O gol paranaense se desenhava, mas não saía.

Pedrinho decide
Para sair do sufoco, Carille lançou Pedrinho no lugar de Jadson para dar mais movimentação ao time na frente. A estratégia funcionou. Aos 40, Fagner deu um chutão para a área atleticana, Lucas Halter falhou na cobertura e o xodó da Fiel, de cabeça, encobriu Caio para ampliar a vantagem. Resultado definido e três pontos na conta corintiana.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 0 x 2 CORINTHIANS

Data/Hora: 19/05/2019, às 16h (de Brasília)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba-PR (MG)
Gramado: Bom
Público/Renda: 19.409/ R$ 612.385,00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ) Nota L! - 6,5 - controlou bem a partida e acertou ao anular gols do Athletico
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Árbitro de vídeo: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes do árbitro de vídeo: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Cartões amarelos: Lucas Halter (ATL); Ralf, Cássio, Jadson, Junior Urso(COR)
Cartão vermelho: Não houve

Gols: Vagner Love (13'/1ºT, 0-1), Pedrinho (41'/2ºT, 0-2)

ATHLETICO: Caio; Madson, Robson Bambu (Khellven, 47'/1ºT), Lucas Halter e Márcio Azevedo; Matheus Rossetto, Léo Cittadini e Tomás Andrade (Vitinho, 19'/2ºT); Braian Romero, Thonny Anderson (Bruno Nazário, 32'/2ºT) e Marcelo Cirino Técnico: Tiago Nunes.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso, Ramiro (Richard, 32'/2ºT), Jadson (Pedrinho, 19'/2ºT) e Mateus Vital (Gustagol, 26'/2ºT); Vagner Love. Técnico: Fábio Carille

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade