PUBLICIDADE

Corinthians goleia o Sport Huancayo (PER) pela Sul-Americana

Já eliminado da competição continental, o clube não tomou conhecimento do time peruano

20 mai 2021 23h22
| atualizado às 23h31
ver comentários
Publicidade

Na Neo Química Arena, o Corinthians não tomou conhecimento do Sport Huancayo (PER) e goleou o time peruano por 5 a 0, pela quinta rodada do grupo E da Copa Sul-Americana.

No primeiro compromisso sem o técnico Vagner Mancini, demitido no último domingo (16), ao ser eliminado na semifinal do Paulistão, após derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, o time foi comandado interinamente pelo analista de desempenho Fernando Lázaro, e os gols foram marcados por Gustavo Mosquito duas vezes, Mateus Vital, Gil e Luan.

Ainda assim, o Alvinegro do Parque São Jorge não possui mais chances de classificação no torneio continental, assim como o Huancayo, que foi derrotado em todos os jogos até aqui.

Mosquito foi eleito pela Conmebol o melhor jogador da partida (Foto: NELSON ALMEIDA / POOL / AFP)
Mosquito foi eleito pela Conmebol o melhor jogador da partida (Foto: NELSON ALMEIDA / POOL / AFP)
Foto: Lance!

Ainda que o Corinthians tenha feito boas apresentações recentes com três zagueiros, ainda sob o comando de Vagner Mancini, o interino Fernando Lázaro voltou a escalar o Timão com a linha defensiva com quatro jogadores.

Contudo, o Alvinegro encurralou o Sport Huancayo (PER) desde o primeiro minuto de jogo, com Camacho se posicionando entre os zagueiros para auxiliar a saída de bola.

Ofensivamente, o clube do Parque São Jorge, sem centroavante de ofício, alternou o posicionamento do trio ofensivo, composto com Mateus Vital, Luan e Gustavo Mosquito, além de Araos auxiliando na marcação por trás.

MOSQUITO ABRE O PLACAR PARA O TIMÃO

De tanto pressionar o adversário, o Corinthians abriu o placar aos 11 minutos da etapa inicial, com Mateus Vital cobrando escanteio pelo lado esquerdo e Mosquito escorando de joelho no canto direito do goleiro Pinto.

SUSTO PERUANO

Aos 20 minutos do primeiro tempo, o Sport Huancayo deu o primeiro susto no Corinthians, justamente em contra-ataque, pegando a defesa corintiana desorganizada e o atacante Monsalvo tentou encobrir o goleiro Cássio, mas mandou para fora, com muito perigo no gol.

No entanto, a chance foi a única criada pelos peruanos, que finalizou apenas essa vez no primeiro tempo.

TIMÃO AMPLIA

Depois de dar a assistência para o gol de Gustavo Mosquito, Mateus Vital ampliou o placar para o Timão, após receber bola pelo lado esquerdo de ataque, na entrada da grande área, colocando no canto canhoto do goleiro.

Foi o quarto gol de Mateus Vital na temporada. Ele é o artilheiro do ano esportivo corintiano.

PODERIA SER MAIS

E o Corinthians poderia ter fechado o primeiro tempo ganhando por um placar ainda mais elástico, mas quando conseguiu romper a última linha de marcação do Huancayo pecou nas finalizações.

Primeiramente, Araos deixou Luan na cara do gol, pelo lado esquerdo da área, mas o camisa sete pegou mal na bola e mandou para fora.

Depois, o volante Gabriel, já próximo aos acréscimos da etapa final, apareceu como elemento surpresa, tentou o chute colocado e tirou tinta da meta de Pinto.

EXPULSÃO NO HUANCAYO

O técnico Wilmar Valência promoveu a entrada de Quintero no lugar de Monsalvo no intervalo, mas logo aos seis minutos da etapa final o time peruano perdeu um jogador, Joãozinho Arroé, que acertou uma cotovelada sem bola no volante Camacho. Foi o primeiro cartão do jogo e justamente um vermelho direto.

GIL AMPLIA O MARCADOR

Segundo tempo, o Corinthians marcou o terceiro gol com o zagueiro Gil, mais uma vez com Mateus Vital participando diretamente. O camisa 22 cobrou o corner pelo lado esquerdo e o defensor subiu mais que a defensiva do Sport Huancayo (PER) para fazer o terceiro.

MOSQUITO VOLTA A MARCAR

Muito embora tenha participado de três dos quatro gols corintianos, a noite não era apenas do meia Mateus Vital, mas também de Gustavo Mosquito, que recebeu passe pelo lado direito e tocou na saída do goleiro Pinto, com muita facilidade.

LUAN DEIXA A SUA MARCA

E até Luan quis entrar na festa. Em mais uma descida corintiana pelo lado direito ofensivo, Adson, que havia saído do banco, deu bom passe por elevação para o camisa sete encher o pé e chegar ao seu quarto gol na temporada, empatando com Vital na artilharia do Timão na temporada.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X SPORT HUANCAYO (PER)

Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP)

Data e Hora: 20 de maio de 2021, às 21h30

Árbitro: Angelo Hermosilla (CHI)

Assistentes: Claudio Rios (CHI) e Christian Schiemann (CHI)

Público e renda: Portões Fechados

Cartão amarelo: Gil (Corinthians)

Cartão vermelho: Arroé (Sport Huancayo)

GOL: 1-0 Gustavo Mosquito (11'/1T); 2-0 Mateus Vital (34'/1T); 3-0 Gil (10'/2T); 4-0 Gustavo Mosquito (25'/2T); 5-0 Luan (38'/2T)

CORINTHIANS: Cássio; João Victor, Gil, Raul e Lucas Piton; Gabriel (Adson, 25'/2T) e Camacho (Jô, 14'/2T); Gustavo Mosquito (Ramiro, 30'/2T), Araos (Roni, 27'/2T) e Mateus Vital (Léo Natel, 30'/2T); Luan, Técnico: Fernando Lázaro

SPORT HUANCAYO (PER): Pinto; Carmona (Benites, 15'/2T), Valoyes, Duclos e Reyes; Villar (Valverde, 32'/2T) e Rojas; Velasquez (Liluya, 15'/2T), Arroé e Barreto (Huaccha, 25'/2T); Monsalvo (Quintero, intervalo). Técnico: Wilmar Valência

 

Lance!
Publicidade
Publicidade