1 evento ao vivo

Contra o Cruzeiro, São Paulo teve seu pior desempenho ofensivo com Diniz

Tricolor finalizou apenas uma vez em direção ao gol de Fábio durante os 90 minutos. As outras seis finalizações não atingiram o alvo. Posse de bola não trouxe sucesso ofensivo

17 out 2019
07h05
atualizado às 08h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Quem assistiu à derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Cruzeiro, percebeu que o time paulista esteve bem longe de uma vitória no Mineirão. Embora tenha dominado a posse de bola, não conseguiu converter esse domínio em volume ofensivo e viu o adversário ser coroado com um gol na segunda etapa. Comparando os números de ataque da última quarta-feira com as outras partidas sob o comando de Fernando Diniz, foi o pior desempenho até aqui.

Dani Alves foi um dos poucos que finalizou pelo São Paulo na última quarta-feira (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Dani Alves foi um dos poucos que finalizou pelo São Paulo na última quarta-feira (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Não foi à toa que o novo técnico do Tricolor sofreu sua primeira derrota no comando da equipe, justamente na pior atuação são-paulina desde a troca no comando. Embora seu estilo tenha sido claramente notado, Diniz não conseguiu superar a estratégia da Raposa na última quarta-feira, e viu seus jogadores trocarem passes sem muita produtividade e mobilidade.

A dificuldade em sair da defesa com troca de passes foi refletida no setor ofensivo, que sem dúvidas teve a participação mais apagada desses cinco jogos do treinador defendendo o São Paulo. Embora Alexandre Pato tenha tido uma noite infeliz no Mineirão, foi ele o responsável pela única finalização que foi em direção ao gol de Fábio, ou seja, em 90 minutos, apenas uma conclusão certa.

- Já admiti que fizemos uma partida abaixo, principalmente até tomar o gol. Vamos melhorar. Todos estão conscientes disso, agora é pensar para frente. De fato deixamos muito a desejar na ofensividade e no controle do jogo, de ter a posse, que é a característica do time - declarou Diniz em coletiva após o jogo.Essa estatística é igual àquela registrada na estreia do técnico, contra o Flamengo, porém naquela ocasião os cariocas tinham total domínio da partida e mantiveram sua porcentagem de posse de bola bem acima da apresentada pelo Tricolor. Dessa forma, podemos considerar que os números contra o Cruzeiro foram piores do que os mostrados contra o líder do Brasileirão-2019.

Segundo o Footstats, nas duas partidas (contra Cruzeiro e Flamengo) os são-paulinos tiveram seis finalizações erradas, o que totaliza sete conclusões em cada duelo, bem abaixo das 18 contra o Fortaleza e contra o Corinthians, que acabaram contribuindo para as duas vitórias do técnico no clube. No empate em 0 a 0 com o Bahia, foram oito finalizações (duas certas e seis erradas).

Chama a atenção também quem foi o autor de três dessas seis finalizações erradas diante da equipe mineira: o lateral-esquerdo Reinaldo, que é o vice-artilheiro do São Paulo nesta temporada com seis gols, atrás apenas de Pablo, que tem sete. Alexandre Pato, que também estava em campo e finalizou apenas uma vez na última quarta-feira, tem cinco tentos anotados em 2019.

O Tricolor treina nesta quinta-feira pela manhã, em Belo Horizonte, já pensando no duelo do próximo domingo, às 16h, contra o Avaí, no Morumbi. Após o treinamento, a delegação retorna para a capital paulista e ainda terá dois dias de atividade antes da 27ª rodada: na próxima sexta-feira e no próximo sábado. Atualmente os são-paulinos ocupam a quinta posição no Brasileirão.

Veja números de finalizações do São Paulo em cada jogo comandado por Diniz:

Cruzeiro 1 x 0 São Paulo - 1 certa e 6 erradas (7 finalizações) 55,7% de posse
São Paulo 1 x 0 Corinthians - 5 certas e 13 erradas (18 finalizações)
Bahia 0 x 0 São Paulo - 2 certas e 6 erradas (8 finalizações)
São Paulo 2 x 1 Fortaleza - 8 certas e 10 erradas (18 finalizações)
Flamengo 0 x 0 São Paulo - 1 certa e 6 erradas (7 finalizações) 43,6% de posse

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade