1 evento ao vivo

Consórcio com a empresa que administra estádio do Palmeiras desiste de gerir o Maracanã

Grupo formado por Bravo Line, T4F e Golden Goal abriu mão da concorrência atual, mas deve participar da licitação no futuro; Fla e Flu ganham mais força

4 abr 2019
20h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Ao fim do prazo para apresentação de propostas para gestão do Maracanã, o consórcio formado por T4F, Golden Goal e Bravo Live, empresa que administra o estádio do Palmeiras, anunciou sua desistência no processo. Com isso, Flamengo e Fluminense estão cada vez mais próximos de assumir a administração do estádio durante o período de transição até uma nova licitação ser feita pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Com desistência do consórcio, Fla e Flu ganham força para gerir o estádio (Foto: Marcello Neves/LANCE!)
Com desistência do consórcio, Fla e Flu ganham força para gerir o estádio (Foto: Marcello Neves/LANCE!)
Foto: Lance!

Em nota, o consórcio deixou claro que pretende participar do processo licitatório a ser aberto no futuro pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, mas não irá fazer parte deste. No meio do mês passado, o governador Wilson Witsel (PSC) anunciou a rescisão do contrato com o consórcio liderado pela Odebrecht, alegando descumprimento nos pagamentos. O Governo passou a receber propostas de interessados pela administração por seis meses. O escolhido será anunciado nesta sexta-feira, às 17h.Veja o comunicado completo:

"O grupo formado pela T4F, Golden Goal e Bravo Live vem a público esclarecer que mantém sua disposição de apresentar uma proposta para a PPP do complexo do Maracanã, quando da realização do processo licitatório definitivo, desde que seja possível contemplar nessa proposta os clubes, pois em nossa visão, o futebol é (e continuará a ser) a principal atração do complexo.

Em função do tempo exíguo, esse grupo de empresas optou por não apresentar proposta para a "Permissão de Uso Imediata", concentrando esforços no planejamento de conteúdo e projeto econômico-financeiro capazes de permitir devolver ao complexo do Maracanã o status de ícone global do futebol e de entretenimento.

Registramos nosso apreço pela forma como todas as reuniões referentes ao Complexo do Maracanã foram conduzidas pelas equipes do Governo do Estado do Rio de Janeiro, colocando de forma sempre transparente o genuíno interesse público em resgatar esse patrimônio carioca, o que nos motiva ainda mais a trabalhar na elaboração de uma proposta para a referida PPP".

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade