0

Conselho homologa candidatura de Lomba no Fla, mas mantém ressalvas

Conselho de Administração se reuniu na Gávea e quatro chapas disputarão o pleito presidencial no dia 8 de dezembro, após o término do Campeonato Brasileiro

6 nov 2018
21h32
  • separator
  • comentários

O Conselho de Administração do Flamengo decidiu, em reunião na Sede da Gávea na noite desta terça-feira, pela homologação da candidatura de Ricardo Lomba, atual vice-presidente de futebol e candidato à presidência pela Chapa Rosa. Porém, as ressalvas do CoAd em relação à candidatura foram mantidas. Candidaturas das chapas Amarela, Branca e Roxa também foram homologadas.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

A informação foi, primeiramente, publicada pelo site do "Globo Esporte" e confirmada pelo LANCE!. A votação do Conselho foi apertada: 28 a 23 votos.

O pleito presidencial do clube da Gávea será realizado no dia 8 de dezembro. Concorrem ao cargo José Carlos Peruano (Chapa Amarela), Marcelo Vargas (Chapa Branca), Ricardo Lomba (Chapa Rosa) e Rodolfo Landim (Chapa Roxa).

Agora, a Chapa Rosa, seguindo os trâmites do clube, pode recorrer ao Conselho Deliberativo. Outro caminho para garantir a elegibilidade é ir à Justiça Comum. Ao "Globoesporte", o advogado Walter Monteiro comentou os próximos passos da defesa e disse que não pretende se afastar do cargo público se for eleito.

- A gente ainda vai refletir, a decisão é muito recente e ainda não conversei com o Lomba. A mensagem principal é que a candidatura está homologada. Era um risco, mas isso foi totalmente afastado. Ele é candidato e espero que seja eleito em dezembro - explicou Walter Monteiro, que defendeu o recuso de Lomba.

O Conselho Eleitoral do Rubro-Negro havia feito ressalvas à candidatura de Lomba pelo fato de ele ser fiscal da Receita Federal, o que poderia entrar em confronto com a lei federal que proíbe servidor público de "participar de gerência ou administração de sociedade privada, personificada ou não personificada, exercer o comércio, exceto na qualidade de acionista, cotista ou comanditário".

A Chapa Rosa, porém, alega que o Flamengo não se encaixa em tal descrição. Antes de assumir o cargo de vice de futebol, Lomba passou por um processo junto à Receita.

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade