0

Combinados, Sornoza e Jadson criaram mais de 100 chances de gol no último Brasileirão

Dupla de meias pode ser titular com Carille

11 jan 2019
13h12
  • separator
  • comentários

Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Richard e Ramiro; André Luis, Jadson e Sornoza; Gustavo. Foi com esse time titular que Fabio Carille iniciou o coletivo desta sexta-feira no Corinthians. Uma mudança drástica em relação ao que terminou a última temporada, com quatro reforços sendo testados na equipe e mais a entrada de Gustagol, centroavante que retorna após empréstimo ao Fortaleza. No meio, apenas Jadson foi mantido.

Sornoza é um dos reforços do Corinthians para 2019 (Divulgação/Corinthians)
Sornoza é um dos reforços do Corinthians para 2019 (Divulgação/Corinthians)
Foto: Lance!

Um sinal de que o treinador deve fazer alterações num dos pontos falhos do time no ano: a criação. No Brasileirão 2018, o Corinthians teve a 3ª pior marca de assistências para finalização no campeonato, segundo dados do Footstats, com apenas 284 dos arremates nascendo de passes entre os jogadores. Apenas Chapecoense (276) e América Mineiro (270) criaram menos. Números que contribuíram para que o Alvinegro terminasse o campeonato como o segundo que menos arriscou finalizações, com 368 tentativas, e o 6º ataque menos produtivo.

Individualmente, em 2018, Jadson foi o único a assumir o papel de criação no time. Das 284 assistências, o camisa 10 foi responsável por 52 delas (18,3% do total) , a 7ª maior marca de um jogador na competição. O lateral -direito Fagner, com 23, é quem aparece em segundo. Entre os outros homens de frente, Romero, com apenas 15, é o mais bem colocado no ranking, depois do meia.Para 2019, porém, o apoiador terá a companhia de Sornoza. Apesar de um ano com altos e baixos pelo Fluminense, o equatoriano terminou o Brasileiro como o 6º jogador que mais criou oportunidades de gol, ficando logo à frente de Jadson, com 54 assistências para finalização. Somada, então, a nova dupla de meias corintianos serviu seus companheiros 106 vezes. Os dois ficam atrás apenas de Diego e Éverton Ribeiro, do Flamengo, que somaram 112 passes, e Dudu e Lucas Lima, do Palmeiras, com 109. Não à toa, vices e campeões, respectivamente, do campeonato.

Pouco efetivo em 2018, o Corinthians ganha novas opções ofensivas para 2019.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade