5 eventos ao vivo

Com VAR decisivo, Liverpool cede empate ao Brighton no fim

Em jogo com VAR movimentado, time de Klopp lamenta gol no final, mas consegue objetivo de assumir a liderança do Campeonato Inglês

28 nov 2020
11h43
atualizado às 12h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em jogo com VAR movimentado, o Liverpool tropeçou e empatou com o Brighton em 1 a 1, fora de casa, sofrendo o gol nos acréscimos da partida. Apesar do resultado amargo, a equipe de Klopp assumiu a liderança isolada do Campeonato Inglês. Diogo Jota marcou o gol dos visitantes e Gross fez para os donos da casa.

Empate saiu nos acréscimos em cobrança de pênalti
Empate saiu nos acréscimos em cobrança de pênalti
Foto: Neil Hall / Reuters

Com o resultado, o Liverpool chegou aos 21 pontos e assumiu de forma isolada a liderança do Campeonato Inglês. A equipe de Klopp volta aos gramados pela Premier League no próximo sábado, diante do Wolves, às 12h, em Anfield.

O jogo

Assumir a liderança não foi nada fácil para o time de Klopp. O Liverpool começou melhor, pressionando a saída de bola adversária. Logo aos 3 minutos, Salah foi lançado, ganhou na velocidade, mas chutou forte para fora. Sufocado, o Brighton não conseguia passar do meio-campo, mas o meia Maupay conseguiu mudar isso em um lance. Aos 10, o meia girou no meio de dois marcadores do Liverpool e deu um lindo passe para Connolly. O atacante tocou na saída do goleiro, mas mandou para fora.

O lance animou os donos da casa. Aos 18, em nova bola lançada para Connolly, o atacante driblou e foi derrubado por Neco Williams. Pênalti. Maupay bateu mal e mandou para fora, salvando o Liverpool. A resposta do Liverpool demorou, mas foi quase fatal. Aos 33, Salah foi lançado no meio, ganhou na velocidade dos dois zagueiros e chutou na saída do goleiro mandando para o fundo do gol. O VAR analisou o lance e apontou impedimento do atacante, mantendo o zero no placar até o fim do primeiro tempo.

O segundo tempo voltou animado, com chance para os dois lados. Logo aos 8 minutos, Welbeck fez linda jogada individual, chegou até a área, driblou o zagueiro, mas chutou fraco e Alisson defendeu com tranquilidade. Desta vez, a resposta do Liverpool foi realmente fatal. Aos 14, Diogo Jota dominou na frente da área, passou por dois marcadores e acertou um belo chute no canto, abrindo o placar para o time de Klopp.

Antes do fim da partida, o Liverpool ainda teve mais um gol anulado. Aos 35, Henderson cobrou falta pela meia esquerda na área, Mané completou para a rede de cabeça. Após a checagem, o gol foi anulado por posição de impedimento, o segundo do Liverpool na partida. O Brighton passou a pressionar e acreditou no empate até o fim. Deu certo. O VAR flagrou um chute de Robertson em Welbeck dentro da área. O árbitro foi ao monitor e marcou pênalti para os donos da casa aos 46 minutos do segundo tempo. Gross bateu no meio, forte, e venceu o goleiro Alisson.

Homenagem a Maradona

Antes do pontapé inicial, uma homenagem foi realizada para Diego Armando Maradona. Um minuto de silêncio foi respeitado, seguido de uma longa salva de palmas.

Veja também:

Veja onde estão 24 andarilhos no futebol brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade