PUBLICIDADE

Com um a mais, Botafogo só empata em estreia na Série B

Mesmo com um jogador a mais durante todo o segundo tempo, o Botafogo não conseguiu vencer o Vila Nova

28 mai 2021 23h26
| atualizado em 29/5/2021 às 10h15
ver comentários
Publicidade

Não foi a estreia que o Botafogo esperava. Na noite desta sexta-feira, o time apenas empatou com o Vila Nova por 1 a 1 no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em partida válida pela primeira rodada da Série B. Apesar de ter um jogador a menos durante todo o segundo tempo, o time goiano saiu na frente com Willian Formiga. Contudo, minutos depois, Rafael Navarro igualou o marcador. O time comandado por Marcelo Chamusca ainda pressionou em busca da virada, mas sem sucesso.

Vila Nova e Botafogo empataram na estreia da Série B (Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova F.C.)
Vila Nova e Botafogo empataram na estreia da Série B (Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova F.C.)
Foto: Lance!

O Vila Nova volta a campo na próxima terça-feira, quando recebe o Bahia no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, às 16h30, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil. Já o Botafogo encara o Coritiba, no próximo sábado, no Estádio Nilton Santos, às 21h, em jogo válido pela segunda rodada da Série B.

Começo morno

Os primeiros 20 minutos de Botafogo e Vila Nova na Série B não tiveram muita criatividade ou emoção. Até este o momento, a partida estava truncada e as duas equipes pouco chegavam ao gol adversário. Assim, o confronto ficou mais presente no meio de campo.

A única boa chance surgiu com Ronald, pela lado direita. Aos oito minutos de partida, o camisa 31 do Botafogo fez boa jogada e conseguiu descolar cruzamento para a pequena área. O centroavante Rafael Navarro conseguiu a finalização, e a bola foi para fora, mas com perigo ao gol de Georgemy.

Gol anulado

Depois dos 20 minutos iniciais, o Botafogo começou a se encontrar na partida e criar boas chances. Aos 22, Romildo cruzou na área, Pedro Castro conseguiu a cabeçada, que desviou em Rafael Navarro e sobrou para Marco Antônio estufar as redes. No entanto, o camisa 70 estava à frente do último defensor do Vila, e a arbitragem anulou corretamente o gol.

O cirurgico Paulo Victor

Apesar do Botafogo começar a ditar o ritmo da partida, o Vila Nova conseguiu responder. Pedro Junior fez boa jogada, passou pela marcação e avançava em direção ao gol alvinegro. Contudo, Paulo Victor conseguiu um carrinho por trás preciso na bola. Caso tivesse errado o bote, poderia ter cometido pênalti ou deixado o camisa 7 do time goiano cara a cara com Douglas Borges.

A outra boa chance surgiu aos 30 minutos, quando Kelvin puxou contra-ataque, carregou até a intermediária e bateu de esquerda. A finalização obrigou Douglas Borges a mandar para escanteio.

Botafogo desperdiça chances

Depois das oportunidades citadas acima, o Vila Nova pouco fez, mas o Botafogo não conseguiu aproveitar as chances criadas. A primeira veio com Gilvan. Após cobrança de falta de Ricardinho, Georgemy saiu mal e a bola sobrou para o zagueiro do time carioca. Como ele não esperava a falha do goleiro, não conseguiu concluir ao gol.

A outra boa chance veio com Marco Antônio. O atacante Ronald fez mais uma boa jogada pela direita e encontrou o camisa 70 livre dentro da área. No entanto, Marco Antônio se afobou e finalizou muito mal. O ponta ainda tinha tempo e liberdade para finalizar com mais qualidade.

Festival de faltas e expulsão

No primeiro tempo, o Vila Nova cometeu 14 faltas e foi para os vestiários com um jogador a menos. Aos 40 minutos, Marco Antônio puxou contra-ataque e foi derrubado por Deivid. Assim, o árbitro Paulo Cesar Zanovelli sinalizou a falta e mostrou o segundo cartão amarelo para Deivid.

Quem não faz, leva

Mesmo com um jogador a mais em campo, o Botafogo não conseguiu aproveitar, e a máxima "quem não faz, leva" se fez presente. Após cobrança de escanteio, a bola foi lançada para a entrada da área, mas a defesa do time carioca deu bobeira e esqueceu de colocar um jogador ali. Willian Formiga não perdoou, encheu o pé e colocou o Vila em vantagem no OBA.

Botafogo responde

O time carioca não perdeu tempo e rapidamente deu a resposta. Chay recebeu passe de Marco Antônio na entrada da área e, mesmo pressionado, conseguiu encontrar ótimo passe para Rafael Navarro, que dominou e bateu de chapa no canto do goleiro para deixar o jogo empatado. O Botafogo ainda pressionou em busca da virada, mas o VIla se fechou e segurou o empate. Apenas um pontinho para o clube alvinegro em sua estreia na Série B.

FICHA TÉCNICA

Vila Nova 1 x 1 Botafogo

Data/Hora: 28/05/2021, às 21h30

Local: Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO)

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli (MG)

Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)

Cartões amarelos: Deivid e Kelvin (VIL) Ronald e Ricardinho (BOT)

Cartões vermelhos: Deivid (VIL)

Gols: Willian Formiga (0-1)(13'/2ºT), Rafael Navarro (1-1)(13'/2ºT)

VILA NOVA: Georgemy; Pedro Bambu, Rafael Donato (Renato 46'/1ºT), Wallison Maia, Willian Formiga; Deivid, Dudu, Arthur Rezende (Ikaro 41'/2ºT); Pedro Júnior (Danilo Belão 41'/2ºT), Henan (Cardoso 19'/2ºT), Kelvin. Técnico: Wagner Lopes.

BOTAFOGO: Douglas Borges; Warley (Daniel Borges 24'/2ºT), Kanu, Gilvan, Paulo Victor; Romildo (Guilherme Santos 24'/2ºT), Ricardinho (Chay 01'/2ºT), Pedro Castro; Ronald (Felipe Ferreira 32'/2ºT), Rafael Navarro, Marco Antônio (Marcinho 32'/2ºT). Técnico: Marcelo Chamusca

Lance!
Publicidade
Publicidade