3 eventos ao vivo

Com três eventos em um mês, Lucas Pinheiro treina com André Galvão para maratona de competições

Manauara se mudou recentemente para San Diego para treinar na matriz da Atos Jiu-Jitsu

10 set 2020
12h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ano de 2020 foi difícil para atletas no mundo inteiro, especialmente para os lutadores de Jiu-Jitsu, esporte que o contato físico é imprescindível para a prática. A pandemia forçou academias a fecharem e fez com que eventos no mundo inteiro fossem cancelados ou adiados. Apesar das dificuldades, foi um momento para que alguns atletas fizessem novos planos para a carreira. Esse foi o caso do faixa-preta Lucas Pinheiro, que resolveu deixar Dallas e se mudar para San Diego para treinar na matriz da Atos Jiu-Jitsu com o campeão mundial André Galvão.

Lucas Pinheiro treina com o multicampeão mundial André Galvão (Foto: arquivo pessoal)
Lucas Pinheiro treina com o multicampeão mundial André Galvão (Foto: arquivo pessoal)
Foto: Lance!

"A pandemia acabou sendo uma oportunidade para que eu tomasse essa decisão que eu tenho certeza que será importante para a minha carreira. Aqui em San Diego terei mais treinos duros e vou conseguir ficar mais focado na minha carreira de lutador. Estou bem animado com essa nova fase da minha carreira e feliz que os eventos estão voltando aos poucos", disse Lucas Pinheiro.

O manauara já tem compromisso marcado para o dia 11 de setembro pelo Fight To Win, onde fará uma luta casada de kimono. Depois disso ele irá disputar o Abu Dhabi Grand Slam, que acontece no dia 27 de setembro em Miami, e também está confirmado no Pan-Americano de Jiu-Jitsu da IBJJF, que acontece dos dias 8 a 11 de outubro na cidade de Kissimmee, na Flórida.

"Aos poucos os eventos estão retornando. Então, ter me mudado nesse momento de pandemia para San Diego foi importante para voltar rápido a treinar em alto nível. Estou muito motivado e confiante para essa maratona de eventos, especialmente porque tenho treinado e ouvido muitos conselhos do meu mestre André Galvão", concluiu Lucas.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade