1 evento ao vivo
Logo do Palmeiras
Foto: terra

Palmeiras

Com mais dois prêmios, Dudu celebra marcas individuais pelo Palmeiras

Meia-atacante palmeirense levou para casa sua segunda Bola de Prata consecutiva e voltou a figurar, também pela segunda vez seguida, na Seleção LANCE! do Brasileirão-2017

5 dez 2017
08h04
  • separator
  • comentários

Apesar de encerrar seu terceiro ano no Palmeiras sem conquistar um título, algo inédito em sua passagem, Dudu não tem do que reclamar do ponto de vista individual. O capitão palmeirense fechou a temporada coroado com dois prêmios e números significativos no clube.

(Foto: Divulgação/Palmeiras)
(Foto: Divulgação/Palmeiras)
Foto: LANCE!

Pela segunda vez consecutiva o meia-atacante levou a Bola de Prata, troféu oferecido pela Placar e pela ESPN, como um dos integrantes da seleção dos melhores do Brasileirão. E não foi só. Dudu também ficou entre os melhores na Seleção LANCE! do Campeonato Brasileiro, outra conquista pela segunda vez em sequência, já que em 2016, com o título palmeirense, o camisa 7 esteve presente no selecionado.

- Infelizmente não conseguimos ser campeões em 2017, mas termino o ano feliz com o reconhecimento deste prêmio individual. Ganhá-lo em dois anos seguidos é muito difícil e mostra que estou no caminho certo aqui no Palmeiras - declarou Dudu ao site oficial do clube.

As duas premiações nesta reta final de 2017 corroboram com os números individuais do jogador, que se mostram melhores do que nos anteriores, quando pôde levantar a taça da Copa do Brasil-2015 e do Brasileirão-2016. Neste ano, em 53 jogos, Dudu marcou 16 gols e deu 12 assistências, mesma estatística da temporada 2015, porém com três partidas a menos.

Esses 16 tentos dão ao meia-atacante a vice-artilharia do time em 2017, atrás apenas de Willian, que marcou 17. A fase goleadora também serviu para o capitão do Verdão consolidar seu nome como o artilheiro máximo do Allianz Parque, tendo balançado a rede do estádio 22 vezes.

Já na lista de maiores goleadores do século XXI atuando pelo Palmeiras, o camisa 7 está na segunda posição, empatado com Valdivia, ambos com 41 gols, 13 a menos do que Vágner Love, o atual líder.

- Aqui no Palmeiras passei a jogar mais perto do gol adversário e fazer mais gols. Em 2017 pude repetir o número da minha temporada de estreia e já sou um dos maiores artilheiros do século tendo apenas três anos de casa. Todo mundo sabe do meu carinho por este clube e ter meu nome marcado com gols e títulos me deixa muito honrado - concluiu.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade