PUBLICIDADE

Com dois gols nos acréscimos, Atlético(BA) e Bahia de Feira ficam no empate no primeiro jogo da final do Campeonato Baiano

Decisão inédita teve um final emocionante em Alagoinhas. Finalíssima será no próximo domingo, na casa do Bahia de Feira

16 mai 2021 20h57
| atualizado às 21h40
ver comentários
Publicidade

A decisão inédita do Campeonato Baiano teve um final de partida muito emocionante. No estádio do Carneirão, em Alagoinhas, Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira empataram pelo placar de 2 a 2. Os gols foram marcados no segundo tempo. O Tremendão abriu o marcado e o Carcará empatou. Nos acréscimos, o Bahia de Feira fez o gol do 2 a 1, mas tomou o empate no minuto seguinte.

Foto: MR Fotografia
Foto: MR Fotografia
Foto: Lance!

CALENDÁRIO

A partida de volta entre Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira será realizada no próximo domingo, 23 de maio, às 16h, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. Quem vencer fica com o troféu de campeão. Em caso de novo empate, o estadual será decidido nos pênaltis.

A partida

PRIMEIRO TEMPO

ETAPA INICIAL SEM EMOÇÃO

O primeiro tempo entre Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira foi muito truncado, sem emoção e de poucas chances claras de gol. O único lance de perigo veio em uma finalização da equipe do Tremendão. Thiaguinho chegou na linha de fundo e tocou Jarbas, que bateu forte, mas a bola foi por cima do gol.

SEGUNDO TEMPO

ETAPA COMPLEMENTAR COMEÇA DE TIRA O FÔLEGO

Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira voltaram em outra rotação para a etapa complementar. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Ronan abriu o placar para o time do Carcará. Mas o VAR anulou o gol.

A resposta do Bahia de Feira veio minutos depois. Thiaguinho aproveitou que a defesa do Atlético de Alagoinhas não conseguiu afastar o perigo da área e pegou a sobra. A finalização passou lambendo a trave do goleiro do Carcará.

O jogo era lá e cá. Aos 13 minutos, Alex Cazumba quase marcou de falta para o Bahia de Feira. Mas o goleiro Fábio conseguiu defender. Dois minutos depois, o Atlético de Alagoinhas teve uma chance incrível para abrir o placar. Ronan fez fila e cruzou para Robert. O atacante finalizou de primeira, mas o zagueiro Wesley conseguiu salvar em cima da linha.

BAHIA DE FEIRA ABRE O PLACAR, MAS ATLÉTICO EMPATA MINUTOS DEPOIS

O jogo voltou a ficar mais estudado depois do frenético início da etapa complementar. Mas quando tudo indicava que o jogo caminharia para um zero a zero, o Bahia de Feira abriu o placar. Aos 31 minutos, após bola levantada na área, Deon passou para Thiaguinho. O atacante ajeitou para Jarbas encher o pé e fazer: 1 a 0.

Dois minutos depois, em ataque do Carcará, após trombada na área, o árbitro marcou pênalti. Após longa paralisação para o VAR analisar o lance, a penalidade foi confirmada. Ronan bateu e igualou o placar.

FINAL EMOCIONANTE: DOIS GOLS NOS ACRÉSCIMOS

Por causa da paralisação do VAR, o árbitro deu um longo tempo de acréscimo. Os dois times foram para o ataque e o jogo ficou lá e cá. Aos 56 minutos, em ataque pelo lado esquerdo, Cazumba levantou a bola na área e Adriano Ferreira cabeceou para marcar: 2 a 1 para o Bahia de Feira.

Tudo resolvido? Negativo. No minuto seguinte, Ronan recuperou a bola e da entrada da área soltou uma bomba no ângulo do goleiro Jean, do Tremendão, para empatar a partida: 2 a 2. Placar Final.

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS 2 X 2 BAHIA DE FEIRA - CAMPEONATO BAIANO - FINAL - 1º JOGO

Estádio: Carneirão, em Alagoinhas (BA)

Data: 16 de maio de 2021, às 16h (de Brasília)

Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade

Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Paulo de Tarso Bregalda Gussen

Cartões amarelos: Ronan, Felipinho (ATL); Victor Salvador, Diones (BAH)

Cartões vermelhos:

GOLS: Jarbas, 31'/2ºT (BAH); Ronan, 41'/2ºT (ATL); Adriano, 56'/2ºT (BAH); Ronan, 57'/2ºT (ATL)

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS (Técnico: Sérgio Araújo)

Fabio Lima; Edson, Iran, Bremer e Radar (Felipinho, aos 25'/1ºT); Gilmar, Kaefer, Dionísio (Jerry, aos 22'/2ºT) e Miller (Robert, aos 6'/1ºT); Vitinho (Emerson, aos 22'/2ºT) e Ronan.

BAHIA DE FEIRA (Técnico: Oliveira Canindé)

Jean; Ricardo (Adriano Ferreira, aos 17'/2ºT), Wesley, Hebert e Cazumbá; Victor Salvador (Hércules, no intervalo), Jarbas, Diones e Bruninho (Tico, no intervalo); Thiaguinho e Deon (Pelé, aos 49'/2ºT).

Lance!
Publicidade
Publicidade