0

Com dois gols de Cano, Vasco bate Sport e volta a vencer no Brasileirão

Cruz-Maltino consegue vitória após nove jogos sem triunfar e sai da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Após dois meses sem marcar, Cano faz duas vezes e decide

14 nov 2020
18h29
atualizado às 19h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Fim do jejum! Após dois meses sem conseguir três pontos na tabela, o Vasco venceu o Sport por 2 a 0, neste sábado, na Ilha do Retiro e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Germán Cano, duas vezes, marcou os gols da vitória do time carioca e chegou aos 18 gols com a camisa do Gigante da Colina.

Cano chegou aos 18 gols com a camisa do Gigante da Colina (Foto: Anderson Stevens/Sport Recife)
Cano chegou aos 18 gols com a camisa do Gigante da Colina (Foto: Anderson Stevens/Sport Recife)
Foto: Lance!

Com o resultado, o Vasco sobe para 15º posição no Brasileirão, deixa a zona de rebaixamento, e atinge os 22 pontos na tabela. O Sport manteve os 25 pontos e permanece na décima posição. A equipe de Ricardo Sá Pinto volta aos gramados contra o Fortaleza, na quinta-feira, às 19h, em jogo adiado do Brasileirão, em São Januário.

Artilheiro de volta

O Vasco começou melhor a partida, com mais posse de bola e pressionando o Sport. Jogando com dois alas, a equipe de Sá Pinto explorou as subidas de Léo Matos e Neto Borges, onde quase saiu o primeiro gol da partida. Logo aos 13 minutos, Neto Borges chegou na linha de fundo na ponta esquerda, cruzou, a bola resvalou em Cano e sobrou para Léo Matos. O lateral soltou um foguete, sem pulo e a bola passou raspando à trave do Leão. Os donos da casa responderam logo em seguida. Aos 17, em uma bola perdida na entrada da área, Leandro Barcia limpou e chutou forte, obrigando Fernando Miguel a fazer uma grande defesa. Aos 24, o artilheiro do Vasco fez as pazes com as redes. Leo Gil foi lançado por Talles e cruzou na área buscando Cano. O argentino se antecipou ao zagueiro do Sport e, com apenas um toque na bola, mandou para o fundo do gol encerrando um jejum de 13 jogos sem marcar.

Lá e cá

Após o gol, o Cruz-Maltino não teve mais o mesmo ímpeto ofensivo e passou explorar os contra-ataques. O fim do primeiro tempo foi agitado e Sport assustou primeiro. Aos 45, Thiago Neves lançou Leandro Barcia, que, de frente para o goleiro, chutou por cima. Na sequência, o impedimento do atacante foi marcado. O Vasco respondeu no último lance da primeira etapa. Aos 48, em boa troca de passes no meio-campo, Andrey deu um lindo lançamento para Léo Matos. O lateral entrou nas costas da defesa, dominou e chutou forte cruzado, mas Maílson fez a defesa.

Cano amplia

A segunda etapa começou com o Vasco melhor e voltando a pressionar o Sport. Logo na primeira oportunidade, aos 6 minutos, Neto Borges chegou mais uma vez na linha de fundo e cruzou para Cano. Desta vez, o artilheiro entrou pelas costas do zagueiro e, novamente com um toque, fez o segundo gol da partida e o seu 18º com a camisa do clube. O bandeirinha assinalou impedimento de Cano, mas, após a checagem no VAR, o lance foi validado e o gol confirmado.

Vasco garante vitória

Com dois a zero no placar para o Vasco, o técnico Jair Ventura fez modificações ofensivas e lançou o Sport ao ataque. Aos 18, Marquinhos dominou a bola na ponta esquerda, levou para o meio e chutou forte. A bola passou raspando a trave de Fernando Miguel e saiu pela linha de fundo. Com uma chuva de bolas na área, o Vasco soube se defender e garantiu uma vitória importante para deixar a zona de rebaixamento do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

SPORT 0 X 2 VASCO

Data/Hora: 14/11/2020, às 16h30

Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)

Assistentes: Thiaggo Americano Labes (SC) e Jhonny Barros de Oliveira (SC)

Árbitro de vídeo: Braulio da Silva Machado (Fifa-SC)

Gramado: Regular

Cartão amarelo: Tiago Reis

Cartão vermelho:

GOL: Cano 24' 1ºT (0-1); Cano 5' 2ºT (0-2)

SPORT: Maílson; Patric, Maidana, Adryelson, Sander; Ricardinho (Marquinhos 16' 2ºT), Márcio Araújo (Junior Tavares 24' 2ºT); Lucas Mugni; Thiago Neves (Hernane 33' 2ºT) , Jonatan Gómez (Mikael - intervalo) e Leandro Barcia.

VASCO: Fernando Miguel, Werley (Jadson 22' 2ºT), Marcelo Alves e Ricardo Graça; Léo Matos (Vinícius 33' 2Tº), Neto Borges, Leo Gil e Andrey; Benitez (Yago Pikachu 18' 2ºT), Talles Magno (Gustavo Torres 33' 2ºT) e Cano (Tiago Reis 33' 2ºT).

Veja também:

Lembre os jogos que o São Paulo está sem perder no Brasileirão
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade