0
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Com dois de Peglow, Brasil estreia com goleada no Mundial sub-17

Meia do Internacional é o destaque em vitória sobre o Canadá por 4 a 1. Próximo adversário será a Nova Zelândia, na terça-feira

26 out 2019
19h06
  • separator
  • 0
  • comentários

Com enorme tranquilidade e sem fazer esforço, o Brasil estreou na Copa do Mundo Sub-17 com goleada por 4 a 1 sobre o Canadá, no Estádio Bezerrão, no Gama, no Distrito Federal. O destaque da partida foi João Peglow, meia do Internacional que substitui Reinier, não liberado pelo Flamengo, autor de dois gols. Franklin contra e Gabriel Verón fizeram os outros dois. Russell-Rowe fez o de honra.

Jogador do Internacional, João Peglow teve boa estreia com a seleção. (Divulgação/CBF)
Jogador do Internacional, João Peglow teve boa estreia com a seleção. (Divulgação/CBF)
Foto: Lance!

O resultado levou o Brasil ao primeiro lugar do grupo A, que conta ainda com Angola e Nova Zelândia. A equipe da Oceania será o próximo compromisso da seleção brasileira, na terça-feira, também no Bezerrão. A primeira fase termina na sexta, no duelo contra os africanos no Estádio Olímpico de Goiânia.

Pressão surte efeito

O Brasil começou o jogo sufocando o Canadá e foi criando inúmeras chances Com um toque de bola rápido e envolvente, a seleção chegou com o volante Daniel Cabral, que mandou uma pancada de fora, o goleiro deu rebote e Talles Magno tentou o toque para Kaio Jorge, mas a zaga afastou. Em novo ataque, Gabriel Verón invadiu a área, bateu cruzado e quase abriu o placar. Após isso, com um lado direito muito forte, Verón tabelou com Yan Couto e cruzou rasteiro para Peglow, que bateu de primeira e abriu o placar.

Brasil segue melhor

O Canadá não ameaçou em nenhum momento e o Brasil aproveitou. Talles Costa tocou de letra, Yan Couto foi ao fundo e deixou com Peglow, que bateu forte e o goleiro defendeu. Peglow devolveu com categoria e de letra tocou para Talles Magno, que encheu o pé e obrigou o goleiro a espalmar. No final da primeira etapa, Daniel Cabral deu um lindo passe para Kaio Jorge, que cruzou, mas o zagueiro Franklin tentou o corte e fez contra. Ainda deu tempo para Kaio Jorge dar uma cabeçada à queima-roupa e o goleiro fazer um milagre para evitar o terceiro.

Massacre continua

Com apenas 30 segundos do segundo tempo, Yan Couto cruzou, Franklin cortou mal e Peglow pegou de primeira para fazer o terceiro. O mesmo Peglow quase fez mais um, ao aproveitar cruzamento de Patrick e chutar rasteiro, mas o goleiro espalmou. O Brasil chegava fácil e em cruzamento para a área canadense, Talles Magno tentou de cabeça, Kaio Jorge errou a bicicleta, o zagueiro não cortou e a bola sobrou para Gabriel Verón ampliar.

Peglow tocou de letra, Kaio Jorge avançou, driblou a marcação e bateu colocado. O goleiro canadense foi buscar. Mais uma chegada brasileira, Yan Couto cruzou, Pedro Lucas não alcançou e Talles Magno tentou de calcanhar. O goleiro conseguiu evitar o gol e no rebote Verón soltou a bomba para fora.

Canadá dá sinal de vida

Somente aos 25, o Canadá finalizou e quase fez. Kerr recebeu livre dentro da área e bateu forte, mas o goleiro Matheus Donelli fez uma grande defesa. As substituições dimuíram o ímpeto ofensivo brasileiro e os adversários começaram a criar mais chances. Russell-Rowe bateu forte e o goleiro brasileiro fez mais uma defesa. Mas, na segunda tentativa do atacante, a bola desviou na zaga e entrou. Na última chance do jogo, Talles Magno arrancou, se livrou da marcação, mas na hora do chute, isolou. Fim de papo no Bezerrão.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade