PUBLICIDADE

Com 'candidatos' em comum, Tite e Jardine aparam as arestas e tentam definir suas respectivas Seleções

Do desejo de contar com Neymar até presença de atletas sub-23, treinadores terão de estabelecer novos limites da 'integração' entre Seleção principal e Seleção olímpica

15 mai 2021 10h02
| atualizado às 11h34
ver comentários
Publicidade
Tite convocou para as Eliminatórias, enquanto Jardine chamou para Data Fifa (Montagem LANCE!
Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Tite convocou para as Eliminatórias, enquanto Jardine chamou para Data Fifa (Montagem LANCE! Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Foto: Lance!

A propagada "integração" entre a Seleção Brasileira principal e olímpica se prepara para uma prova de fogo neste ano de 2021. Como a Copa América tem seu pontapé inicial em junho e os Jogos Olímpicos acontecem a partir de julho, Tite e André Jardine terão de chegar a um consenso até definir qual rumo os postulantes que suas respectivas seleções tomarão em definitivo.

Embora Tite tenha elogiado o convívio com Jardine, alguns dos convocados na última sexta-feira se encaixam tanto na Seleção principal quanto na olímpica. Um deles é Neymar.

O comandante da Seleção principal ressaltou as múltiplas formas com as quais pode contar com o camisa 10. E já sabe como encaixá-lo na equipe canarinha.

- O Neymar tem uma liberdade criativa de um jogador, arco e flecha, é construtor e finalizador. Tentamos potencializar dentro da estrutura da equipe esse talento todo para ele colocar para fora. Ele vai jogar da forma que vem jogando na Seleção e da forma que está jogando no PSG - destacou na entrevista coletiva após a convocação para os jogos contra Equador e Paraguai.

Já ao projetar a lista da Olimpíada, André Jardine não escondeu seu desejo de contar com o astro como um dos "veteranos" na luta pelo bicampeonato da Seleção.

- Poder contar com o Neymar é um sonho não só para mim, mas acho que para qualquer treinador de qualquer equipe. Obviamente que só eu e o Tite podemos ter esse privilégio em seleções - só que, em seguida, reconheceu:

- É uma questão mais sensível, que está sendo tratada diretamente pelo nosso presidente - completou.

O comandante da Seleção olímpica falou sobre uma resposta sobre contar com Neymar.

- Acredito que, em pouco tempo, teremos uma resposta sobre isso. Dentro da grande ideia de a gente ter a seleção mais forte possível para os Jogos Olímpicos. Então, ter um jogador como o Neymar vai muito ao encontro dessa máxima e desse objetivo que a gente tem. E ele quer (jogar a Olimpíada) - assegurou.

AFIRMAÇÃO NA SELEÇÃO PRINCIPAL OU SONHO DE OURO OLÍMPICO?

Renan Lodi: com moral sob o comando de Tite (Pedro Martins / MoWA Press
Renan Lodi: com moral sob o comando de Tite (Pedro Martins / MoWA Press
Foto: Lance!

Enquanto isto, nomes como Renan Lodi, Eder Militão, Douglas Luiz, Lucas Paquetá, Vinicius Junior e Éder Militão são alguns dos jogadores que têm até 23 anos e estão na lista de convocados de Tite para os confrontos com Equador e Paraguai. O comandante da Seleção principal ressalta que vê o crescimento de qualidade dos atletas passar pelo trabalho de Jardine.

- A troca de informações é constante. Temos "roubado" todo esse crescimento das seleções de base. As pessoas imaginam o peso que é colocar a camisa da Seleção Brasileira. Essa formação, o forjar do atleta, que é do nível técnico, mas também emocional, e eu sei o quanto eles filtram no aspecto de direcionar, educar os atletas para que eles cheguem num nível melhor - destacou o comandante da equipe principal.

Em contrapartida, jogadores como Gabriel Menino, Bruno Guimarães e Pedro estão entre os convocados do time sub-23 (veja a lista completa de Jardine aqui) para os amistosos contra adversários que ainda serão definidos. Além disto, Gerson, nome que segue em ascensão no Flamengo, é um dos trunfos para a convocação olímpica.

André Jardine minimiza as idas e vindas. Aos seus olhos, trata-se de um ciclo.

- Em relação a "perder jogadores para a principal", a gente pensa exatamente ao contrário, a gente ganha jogadores quando vemos que passaram pelo nosso ciclo. São 16 atletas que transitaram entre as duas seleções. Não fomos só nós que cedemos, alguns também vieram no outro sentido. Começaram convocados pela principal e depois foram aproveitados por nós. É importante essa comunicação nossa e esse entendimento. Os jogadores gostam bastante, se sentem valorizados - disse.

Serão 18 jogadores credenciados para a disputa da Olimpíada-2020. Já o técnico Tite afirmou que pensará passo a passo sobre a Copa América. Além disto, ainda falta muito até definir quem estará na Copa do Qatar em 2022. A luta para mostrar qualidade promete ser intensa, independentemente de qual camisa os atletas irão vestir.

Lance!
Publicidade
Publicidade