0

Com baixa minutagem, trio de meias do Fla deve ganhar tempo com Jesus

Juntos, Arrascaeta, Diego e Everton Ribeiro não tiveram muitos minutos com Abel Braga

16 jun 2019
08h05
atualizado às 08h05
  • separator
  • comentários

Desde que Arrascaeta foi confirmado como novo jogador do Flamengo, a torcida sempre sonhou com a possibilidade do uruguaio jogar ao lado de Everton Ribeiro e Diego, mas sem abdicar necessariamente de Gabigol e Bruno Henrique. Com Abel Braga, o trio, junto, só foi possível de ser visto justamente quando uma ou outra peça do ataque não estava disponível. No entrelinhas, o ex-treinador deixava claro: no seu time, só haveria espaço para dois. Com Everton Ribeiro com a vaga cativa no lado direito, Diego e Arrascaeta disputaram posição.

Mesmo com a saída de Abel, nos poucos jogos em que Marcelo Salles comandou o Fla, seguiu a linha de raciocínio do antecessor. Verdade seja dita, o interino só teve Arrascaeta em uma única partida, a vitória contra o Fortaleza por 2 a 0. Dois dias depois, o meia se apresentou à Seleção Uruguaia para a disputa da Copa América. No confronto citado, Everton Ribeiro, Diego e Arrascaeta foram escalados de início, mas com um adendo: Bruno Henrique foi poupado. Ou seja, o uruguaio atuou na ponta esquerda.

De fato, foram poucas as vezes que os torcedores puderam assistir ao três juntos. No total, somente por 233 minutos, espalhados por cinco jogos. Destes, só em três foi como titular. Em todos, ao menos um deles foi substituído. A lista mais completa está abaixo. A chegada de Jorge Jesus pode representar, definitivamente, mudanças no Rubro-Negro. Não somente na parte competitiva, mas também tática.

O português tem como esquema preferido no 4-1-3-2, com um volante de ofício mais cão-de-guarda e três meias de características mais ofensivas. Como exemplo, o seu Benfica em 2010 chegou a ter Aimar, Ruben Amorim e Di María. Nenhum exímio marcador. A movimentação entre os jogadores eram constantes. O Benfica foi campeão nacional e com o melhor ataque (78 gols, oito a mais que o rival Porto). Caso tente adaptar o elenco a esse sistema, na teoria as possibilidades do desejado trio de "cérebros" enfim ganhar espaço é alta.

O sonho da torcida rubro-negra: Arrascaeta, Diego e Everton Ribeiro titulares no meio-campo (Alexandre Vidal / Flamengo)
O sonho da torcida rubro-negra: Arrascaeta, Diego e Everton Ribeiro titulares no meio-campo (Alexandre Vidal / Flamengo)
Foto: Lance!

Esboço de Flamengo do meio para frente no 4-1-3-2 de Jorge Jesus (Arte: Marina Cardoso/Lance!)

- Eu gostei. Acho que Arrascaeta, Diego e Everton Ribeiro são muito inteligentes. Na Seleção de 70 tinham cinco camisas 10 jogando juntos. É muito fácil quando esses talentos se encontram. Não tem como ficar jogando bola longa com esses três jogadores tão talentosos. Em algum momento, esses três jogadores da frente iam achar o Gabriel nos espaços vazios que trabalhamos - elogiou Marcelo Salles após o confronto contra o Fortaleza.

Os cinco jogos de Arrascaeta, Diego e Everton Ribeiro Juntos:

Flamengo 4x0 Cabofriense - Campeonato Carioca (03/02)
Everton Ribeiro e Diego começaram como titulares; Arrascaeta entrou aos 31 minutos do segundo tempo no lugar de William Arão.
Jogaram por sete minutos juntos. Everton Ribeiro foi substituído aos 38' por Ronaldo.

Flamengo 3x1 LDU - Libertadores da América (13/03)
Everton Ribeiro e Diego começaram como titulares; Arrascaeta entrou aos 39 minutos do segundo tempo no lugar de Cuéllar.
Jogaram por dez minutos juntos.

Flamengo 6x1 San José - Libertadores da América (11/04)
Os três foram titulares.
Jogaram por 68 minutos juntos

Flamengo 2x0 Vasco - Campeonato Carioca (21/04)
Os três foram titulares.
Jogaram por 78 minutos juntos

Flamengo 2x0 Fortaleza - Campeonato Brasileiro (01/06)
Os três foram titulares.
Jogaram por 70 minutos juntos.

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade