0

Cobiçado pelo Palmeiras, Hulk volta a time chinês só com 3 jogos garantidos

Nesta semana, Hulk embarca para Dubai para treinar com o Shanghai SIPG para a Liga dos Campeões da Ásia; calendário chinês segue indefinido e Verdão estreitou relações com ele

23 fev 2020
08h05
  • separator
  • 0
  • comentários

O tempo de descanso de Hulk no Brasil acaba nesta semana, ainda sem muitas definições a respeito do calendário do futebol chinês, por conta do coronavírus, e com uma relação mais estreita com o Palmeiras. O atacante se reapresentará ao Shanghai SIPG para treinar em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, tendo garantidos somente três jogos na temporada, pela Liga dos Campeões da Ásia.

Hulk tem partidas marcadas somente como visitante na Liga dos Campeões da Ásia (Divulgação/Shanghai SIPG)
Hulk tem partidas marcadas somente como visitante na Liga dos Campeões da Ásia (Divulgação/Shanghai SIPG)
Foto: Lance!

O Shanghai SIPG jogará em 7 de abril, no Japão, contra o Yokohama Marinos, em 28 de abril, diante do Sidney, na Austrália, e em 19 de maio, enfrentando o Jeonbuk Hyundai Motors, na Coreia do Sul. As partidas como anfitriões até estão marcadas, mas ainda não é possível garantir que serão disputadas na China. O mais provável é que ocorra em campo neutro.
As definições em relação ao calendário do futebol chinês devem ocorrer somente em abril, período que deve se esperar para saber a situação dos contaminados pelo coronavírus no país. Não está descartada a possibilidade de as equipes da China jogarem somente a Liga dos Campeões ou, até mesmo, pararem ao longo do resto de 2020 por conta da epidemia.

Nessa indefinição, o Palmeiras aproveitou para deixar claro que pode ser uma opção viável a Hulk, seja para 2020 ou 2021, já que seu contrato acaba em dezembro. O atacante ficou em São Paulo ao longo da semana, embarcando na sexta-feira para passar o Carnaval em uma praia nordestina antes de viajar para Dubai. Nesse período na capital paulista, ficou tão próximo de seu time do coração que garantiu a presença dos filhos nas categorias de base do clube.

O jogador de 33 anos de idade nunca escondeu ser palmeirense e ter o desejo de atuar pelo time um dia. Usando isso e a amizade dele com João Paulo Sampaio, seu técnico no sub-16 do Vitória e, hoje, coordenador das categorias de base do Verdão, o Palmeiras viu Hulk assistir ao triunfo por 3 a 1 sobre o Mirassol, no domingo passado, no Allianz Parque, e lhe apresentou a estrutura da Academia de Futebol na terça-feira. Se tiver chance, ficou nítido que seria um reforço bem-vindo e em quais condições trabalharia.

Todo esse cenário, contudo, esbarra na questão financeira. A revista France Football publicou em 2019 que Hulk recebe do Shangai SIPG 23,4 milhões de euros (R$ 111,5 milhões) por ano, o que representa mais de R$ 9 milhões por mês. Esse é o valor astronômico que fez o Palmeiras se assustar ao consultar as condições de trazê-lo. E o jogador, com contrato somente até dezembro na China, não pretende abrir mão dessa quantia.

Assim, a oportunidade aparece se o Shangai SIPG decidir emprestar Hulk e ajudar, ao menos, com parte dos vencimentos, já que os problemas com o coronavírus tornaram incerta a disputa de torneios na China em 2020. Diante da relação cada vez mais estreita, o Palmeiras vira um candidato importante.

Em qualquer outra situação, os dirigentes do Verdão dizem ser remota a chance de trazer Hulk. Mesmo para 2021, quando ele estará livre no mercado, o ânimo não aumenta muito. O Palmeiras crê que, como o atacante ainda tem mercado no exterior, os gastos com salários, luvas e comissões podem ser altos demais. Dependeria, basicamente, da vontade dele em ceder financeiramente para voltar ao Brasil e, enfim, realizar o sonho de atuar no time do coração.

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade