0

Clássico com confusão e gol no fim: Figueira e Avaí empatam

Partida tem confusão, mas árbitro consegue controlar, no último minuto o Leão arranca empate por 1 a 1. Quinta vez que as equipes ficam em igualdade no Campeonato

11 mar 2018
19h24
atualizado às 19h32
  • separator
  • comentários

O clássico apresentou confusão, e no âmbito do futebol teve gol contra no último minuto de partida. Figueirense começou na frente, mas não conseguiu permanecer vantagem contra Avaí, e equipes empataram em 1 a 1 pela 13ª rodada do Campeonato Catarinense. Para o Furacão, o atacante Jorge Henrique marcou e para o Leão, o zagueiro Zé Antonio colocou para o próprio patrimônio.

Figueirense e Avaí empatam em 1 a 1 (Foto: Cristiano Andujar/AGIF)
Figueirense e Avaí empatam em 1 a 1 (Foto: Cristiano Andujar/AGIF)
Foto: Lance!

O primeiro colocado da tabela mostrou o porque da posição. Aos dois minutos de partida, o Figueirense já tinha chegado a meta do Avaí duas vezes e com perigo. Aos 11 minutos, o Furacão balançou as redes com André Luis, de cabeça, mas a arbitragem marcou falta do atacante em cima de Betão: gol anulado.

O Leão da Ilha tentou controlar a partida, tocando a bola no meio-campo e na defesa. Mas o Furacão continuava a se impor no jogo. Aos 22 minutos, Jorge Henrique arriscou de fora da área, Aranha chegou a dar um toque na bola, mas não impede o gol.

CONFUSÃO
Após o gol do camisa 10, a partida esquentou. O jogador do Avaí, Luanzinho recebeu o cartão vermelho por deixar a mão em Betinho. Depois disso, os reservas começaram a trocar empurrões. E não parou por aí, os técnicos Milton Cruz e Claudinei Oliveira foram expulsos do jogo.

Antes de a bola rolar, houve problema do lado de fora do Orlando Scarpelli. Bombas de gás lacrimogêneo e tiros de borracha no setor da torcida do Avaí. Algumas pessoas foram atingidas pela Polícia Militar no incidente.

Voltando para o âmbito futebolístico, a etapa final foi de ânimos mais acalmados e um jogador a menos dificultou a vida do Avaí. Com 10, o Leão até tentou criar, mas encontrou uma marcação forte, e o Figueirense controlou o jogo até os minutos finais. Em um último esforço, os visitantes passaram a pressionar e no último lance conseguiu o empate. Marquinhos cobrou escanteio, Zé Antônio desviou contra o próprio patrimônio e decretou a igualdade.

OUTRO JOGO
Concórdia 1 x 1 Brusque

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade