0

Celso Barros vê 'desinteresse' de Yony em permanecer no Fluminense

Vice Geral do Tricolor também comentou sobre o andamento das negociações com o meia Daniel e o zagueiro Nino e falou em 'elenco fechado' após a chegada de dois reforços

18 set 2019
16h59
atualizado às 17h32
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante Yony González tem contrato com o Fluminense até dezembro, mas uma declaração do Vice Geral do clube, Celso Barros, em coletiva no CT Pedro Antônio, nesta quarta-feira, dá indícios de que o jogador não deve permanecer no Tricolor em 2020. Neste ano, o clube já fez inúmeras propostas para renovar o contrato, porém nenhuma agradou o jogador, conforme o LANCE! já havia adiantado.

O colombiano já recebeu sondagens de clubes brasileiros, como Atlético-MG, Grêmio, Palmeiras e Bahia. No entanto, segundo o staff do atleta, a tendência é que o atacante vá para a Europa em janeiro. A instabilidade financeira é a principal justificativa.

- O Yony já fizemos uma proposta, já algumas vezes e ele disse que o pai iria chegar para negociar. O pai chegou, esteve conosco, depois de fazer um procedimento cirúrgico, mas é aquela situação... Ele não demonstra, e a gente não sente muito interesse dele em permanecer, não sei. Como é um atleta que veio sem custos, o direito era dele, fizemos até uma proposta parcelando uma eventual compra dos direitos, com um contrato maior, mas ele ainda não deu resposta - disse Celso Barros.

Flu aguarda reposta de Yony González sobre renovação (FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE FC)
Flu aguarda reposta de Yony González sobre renovação (FOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE FC)
Foto: Lance!

TABELA

> Veja a classificação e o simulador do Brasileirão clicando aqui

Barros também comentou sobre o andamento de negociações com outros atletas, como o zagueiro Nino e o meia Daniel. A situação do defensor passa por uma cláusula contratual que estabelece a compra de parte dos direitos econômicos do atleta, por um valor considerado elevado pelo Flu.

- O Nino é claro que é um jogador que interessa, mas tem uma cláusula de compra de 50% dos direitos pelo valor de cinco milhões de reais, então vamos avaliar mais à frente e conversar com o Criciúma para ver se podemos chegar a um acordo. Há desejo nosso de que o atleta permaneça conosco para o ano que vem.

Já Daniel está com a renovação bem encaminhada para permanecer nas Laranjeiras. Apenas detalhes separam o jogador de 23 anos de assinar e estender o vínculo com o clube. Além dele, o meia Allan e o lateral- esquerdo Caio Henrique também estão com as conversas adiantadas para renovações, segundo o dirigente.

- Danielzinho também fizemos uma proposta e a carteira profissional estava com o antigo empresário. Ele já trouxe a carteira e em breve devemos assinar o contrato de renovação dele - completou.

Elenco 'fechado'

Celso Barros também comentou sobre a chegada de dois reforços. O zagueiro Luccas Claro e o lateral-esquerdo Orinho vão reforçar o time na reta final de temporada. A dupla assinou contrato com o Tricolor até o fim de 2020, o que segundo o Vice Geral encerra a busca por reforços, por ora.

- Teoricamente, podemos dizer que o elenco está fechado. Estávamos em busca de um zagueiro, não obrigatoriamente para ser titular. Luccas Claro vem para compor o grupo. A questão do lateral também era uma preocupação grande, já que o Marlon saiu por não estar nos planos do técnico anterior. Ficou o Mascarenhas, que tem tido lesões, fez astroscopia, já teve caxumba, catapora. Brinco que é um menino que precisa de um pouco de sorte, porque é um bom jogador. Por isso a vinda do Orinho. Estes dois atletas vem para compor elenco, mas obviamente quem vai definir isso é o comando técnico - finalizou.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade