0

Carlos Leite vira benemérito do Vasco; caso de flamenguista segue

Reunião nesta quinta-feira indicou 26 novos beneméritos e 28 eméritos. Falta aprovação do Deliberativo, que deve ocorrer ainda neste mês. Otto Carvalho protocola nova carta

10 ago 2017
16h36
atualizado às 16h36
  • separator
  • comentários

Aconteceu no início da tarde desta quinta-feira, em São Januário, uma reunião do Conselho de Beneméritos que indicou aprovação de sócios para novos 26 beneméritos e 28 eméritos. A curiosidade ficou por conta do empresário Carlos Leite ter assumido a categoria de benemérito. Ele é o responsável por cuidar das carreiras de muitos jogadores cruz-maltinos, como no elenco atual tem Anderson Martins, Breno, Bruno Paulista, Kelvin, Ramon, Paulinho, Mateus Vital, Guilherme Costa e Lucas Rocha.

Ainda há a necessidade de aprovação final dos nomes pelo Conselho Deliberativo, em reunião que deve acontecer ainda neste mês. Além de Carlos Leite, nomes do grupo político de situação Casaca receberam títulos honoríficos. Vale lembrar que os beneméritos possuem a possibilidade de votarem na eleição presidencial de novembro - o clube de São Januário deve ter Eurico Miranda como nome a reeleição, além das chapas confirmadas de oposição de Otto Carvalho, Alexandre Campello e Júlio Brant.

CASO FLAMENGUISTA EMÉRITO SEGUE

Presidente do Conselho Fiscal do Vasco, Otto Carvalho protocolou na última segunda-feira na secretaria do clube um abaixo-assinado com 60 assinaturas pedindo que as nomeações de títulos honoríficos feitas no mês passado fossem revistas em nova reunião do Conselho Deliberativo por supostas irregularidades. Até um flamenguista foi nomeado sócio emérito na oportunidade (clique aqui e lembre a reportagem LANCE! da época).

Na noite da última quarta-feira, entretanto, em nota oficial divulgada pelo site do Vasco, o presidente do Conselho Deliberativo, Luis Manuel Rebelo Fernandes, rejeitou o pedido de Otto, alegando que quatro conselheiros teriam enviado carta para a secretaria pedindo que suas assinaturas fossem retiradas do abaixo-assinado. Na manhã desta quinta-feira, Otto foi até a secretaria em busca dessas cartas dos que retiraram a assinatura, mas foi informado no local que não tinha nada por lá.

Isso fez com que Otto entrasse com novo documento na secretaria, afirmando que o abaixo-assinado inicial, com isso, seguisse válido. O LANCE! entrou em contato com a assessoria do Vasco, mas até o fechamento desta reportagem não teve um retorno.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade