2 eventos ao vivo

Carlinhos Neves pede demissão no São Paulo: 'Não estava confortável'

Em entrevista ao Globoesporte.com, o coordenador de preparação física do Tricolor confirmou seu pedido de desligamento do clube, que havia sido feito há duas semanas

14 jun 2019
16h07
  • separator
  • 0
  • comentários

No primeiro dia da pausa para a Copa América e da folga do elenco, o São Paulo parece caminhar para o início de uma reformulação em seu departamento de futebol, que teve sua baixa inaugural nesta sexta-feira, com o pedido de demissão de Carlinhos Neves, coordenador de preparação física do clube. Em entrevista ao Globoesporte.com, o profissional explicou os motivos de sua saída, que já havia sido solicitada há quase duas semanas.

Passagem de Carlinhos Neves no São Paulo durou praticamente um semestre (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Passagem de Carlinhos Neves no São Paulo durou praticamente um semestre (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!

Inicialmente, a ideia de Neves era deixar o clube após o empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, no dia 2 de junho, no entanto ficou combinado com os dirigentes que o desejo seria atendido após a partida contra o Atlético-MG, na última quinta-feira. A confirmação da saída foi feita na manhã desta sexta-feira, início da folga do elenco, conforme havia sido acordado entre as partes.

- Realmente depois do jogo contra o Cruzeiro eu pedi para sair e me convenceram a ficar até esse jogo para não causar mais problemas. Agora podem pensar melhor (no que vão fazer). Penso um pouco diferente. Não quero entrar muito em detalhes. Já que estou fora, estou fora. O fundamental é que não estava mais me sentindo confortável para exercer o meu trabalho e desenvolver as minhas ideias. Sendo assim, como tenho uma história grande aí no clube, prefiro que essa história permaneça. O clube é muito forte, segue em frente e eu sigo a minha vida - afirmou o preparador físico ao Globo Esporte.Carlinhos preferiu não elencar todas as motivações que fizeram com que ele pedisse demissão, mas manifestou seu respeito ao São Paulo e revelou que as coisas não caminhavam como ele gostaria, muito menos da maneira que eram em sua última passagem, entre 2003 e 2010. Em sua opinião, foi a melhor decisão para sua carreira e para o futuro do clube.

- Não estava confortável. Algumas coisas não caminharam como imaginava. Já não eramos mais o São Paulo da minha época, mas não quero me estender. Aleguei que as coisas talvez caminhassem melhor sem minha presença. Tinham coisas que não eram as minhas ideias, como achava que tinha de ser. Então é melhor eu sair do que outra coisa. Tenho todo o respeito da instituição.

O agora ex-coordenador de preparação física também fez questão de rechaçar qualquer tipo de desavença com o técnico Cuca, com quem já havia trabalhado no Atlético-MG e no Santos. Para ele, houve um desgaste natural.

- Não teve desgaste, o que houve foi um desgaste natural. Nos conhecíamos e trabalhamos antes. Isso não. A decisão foi minha mesmo. As ideias estavam diferentes da forma como queria desenvolver, dos meus métodos. Eu tinha uma visão, de um caminho, e o clube tinha outro. Agora vai ter tempo nessa parada para quem sabe, com outras ideias, caminhar melhor.

Contratado e anunciado com pompa ainda em dezembro do ano passado, Carlinhos Neves conclui sua terceira passagem pelo São Paulo, a primeira entre 1999 e 2000 e a segunda entre 2003 e 2010. Diferentemente das outras duas vezes, o profissional não conquistou títulos.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade