3 eventos ao vivo
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Busca por maior competitividade gera 'intercâmbio' entre convocados das Seleções principal e olímpica

Alternância entre listas de Tite e Jardine soa como chance de evitar 'queimar etapas' nas Eliminatórias da Copa-2022 e garantir um 'apetite maior' na preparação para Tóquio-2021

24 out 2020
07h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A preocupação de assegurar o momento certo para dar oportunidades vem norteando as escolhas de quem está no radar da Seleção Brasileira. Nas convocações de Tite para os duelos contra Venezuela e Uruguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, e de André Jardine, projetando amistosos da Seleção olímpica, foi exposto o desafio de garantir qualidade nas duas frentes sem "queimar etapas".

'Todos esses jogadores vão ter questões em cima de ascensão, consolidação de desempenho', declarou Tite (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
'Todos esses jogadores vão ter questões em cima de ascensão, consolidação de desempenho', declarou Tite (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Foto: Lance!

Lançados anteriormente na equipe principal, o volante Bruno Guimarães e o atacante Rodrygo foram alguns dos jogadores que saíram da lista de Tite mas voltaram a fazer parte da equipe que se prepara para a Olimpíada em 2021. O comandante da Seleção principal contou o que pesou para dar um novo rumo.

- Com esses jovens são questão de processo, de maturidade em seus clubes. Do melhor momento, do grau de confiança que vão ganhando. Por isso vou ter essa utilização por vezes do Vinicius, do Rodrygo, do Bruno Guimarães... Todos esses jogadores vão ter questões em cima de ascensão, consolidação de desempenho - acredita.

Treinador da Seleção olímpica, André Jardine vê esta "alternância" como um aspecto positivo de olho em Tóquio-2021. Aos seus olhos, sobra motivação para os chamados com mais frequência.

- Os atletas que passaram pela Seleção principal vêm com mais apetite. Eles já perceberam que o processo é valorizado, que performar na Seleção Olímpica os ajuda a chegar na Seleção principal e, ao mesmo tempo, não estar na Seleção principal não é demérito nenhum, pois a competitividade é muito grande e há atletas de altíssimo nível - e, em seguida apontou:

- Todos serão observados pelo Tite para galgarem seu espaço. Esperamos que a gente torne essa competitividade uma coisa sadia e mantenham este apetite para jogar - completou.

Entre os convocados de Jardine, já foram convocados para a lista da Seleção principal o lateral Emerson, os meio-campistas Bruno Guimarães e Lucas Paquetá (que chegou a vestir a camisa 10), os atacantes Rodrygo, David Neres e, recentemente, Matheus Cunha.

Em busca de um intercâmbio seguro e, principalmente, de um equilíbrio para o período desafiador nas duas frentes, as Seleções principal e Olímpica arregaçam as mangas e tentam gerar expectativa de bom futebol.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade