2 eventos ao vivo

Bragantino sofre com má fase dos goleiros

Júlio César e Cleiton, escolhidos para defender a meta do Massa Bruta, não tem agradado em 2020

11 set 2020
19h24
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

No começo do ano o Bragantino investiu pesado no mercado de transferências. O grande exemplo da força do Massa Bruta foi a contratação do atacante Artur, que foi revelado pelo Palmeiras e adquirido por R$ 25 milhões.

Entre as diversas contratações, uma delas foi para o gol. Cleiton, que foi apontado como uma joia do Atlético-MG. Em fevereiro, o time de Bragança desembolsou R$ 23 milhões e chamou a atenção pelo alto investimento.

A ideia era fazer sombra ao experiente Julio Cesar, que tinha a confiança do elenco, mas ficaria em alerta com um substituto à altura.

Erro fatal

Capitão do time, Julio Cesar falhou nas quartas de final do Paulistão. Diante do Corinthians, o arqueiro aceitou o chute de Ederson e com a eliminação perdeu a sua posição de titular.

Chance de Cleiton

O então técnico do Braga, Alexandre Conceição, preferiu tirar o camisa 1 e promoveu a entrada de Cleiton, mas a melhora embaixo do poste não aconteceu.

Em 9 rodadas do Campeonato Brasileiro, o jovem de 22 anos não consegue corresponder e acumula erros. Na última quinta-feira, ele falhou de maneira clamorosa no gol de empate do São Paulo e irritou a torcida.

Agora, resta saber se diante do Atlético-MG, o técnico Mauricio Barbieri vai manter Cleiton ou vai apostar na volta de Julio Cesar.

Veja também:

Momento ruim de Corinthians e Palmeiras no Brasileiro são destaques da Coluna de Vídeo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade