PUBLICIDADE

Benemérito do Botafogo vai contra interesses do clube em arbitral

Por representar o Resende, Alberto Resende, na lista de sócios do clube de General Severiano, foi na contramão do Glorioso em reuniões realizadas pela Ferj e times cariocas

22 jun 2020 06h03
ver comentários
Publicidade

Os arbitrais realizados pela Ferj trouxeram rostos familiares para os dirigentes do Botafogo. Com exceção de Rodolfo Landim, Alexandre Campello e Mário Bittencourt, presidente dos outros três grandes clubes do estado, as reuniões pelo retorno do Campeonato Carioca tiveram um encontro com Alberto Macedo, Benemérito do Alvinegro, mas que estava representando o Resende.

Alberto Macedo, à direita, representou o Resende em arbitrais da Ferj (Foto: Divulgação)
Alberto Macedo, à direita, representou o Resende em arbitrais da Ferj (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

Ao mesmo tempo que está na lista mais privilegiada de sócios do Botafogo, Alberto é dirigente da equipe do interior. Como o Resende foi uma das 14 equipes que defendeu o retorno imediato do Campeonato Carioca, o advogado foi contra os interesses do clube de General Severiano, que desejava partidas do Estadual apenas em julho.

Alberto Macedo esteve em, pelo menos, duas reuniões online organizadas pela Ferj. O advogado é uma das pessoas que lideram a empresa gestora do Resende, o que explica sua influência no clube. Ele, contudo, tem ligações com o Botafogo no passado.Em 1999, Alberto Macedo foi um dos advogados que defendeu o Botafogo no caso Sandro Hiroshi contra o São Paulo, no Campeonato Brasileiro daquele ano - o Alvinegro venceu a causa, na ocasião. Em 2014, durante a gestão Maurício Assumpção, o advogado ocupou a função de vice-presidente do departamento jurídico do clube.

Há seis anos, inclusive, Alberto Macedo, ainda na posição de dirigente, estudou se candidatar à presidência do Botafogo - posteriormente vencida por Carlos Eduardo Pereira, do "Mais Botafogo" - tendo Durcésio Mello, candidato para as eleições deste ano, como vice-presidente. O advogado, vale ressaltar, não possui nenhuma relação oficial com nenhum candidato das próximas eleições do Glorioso, marcadas para novembro.

Alberto também possui relação com a família Montenegro. Em 2018, o Resende formalizou uma parceria com a Pelé Academia, centro de treinamentos do ex-camisa da Seleção Brasileira. Na época, o acordo foi formalizado com Marcelo Montenegro, filho de Carlos Augusto, ex-presidente e atual membro do Conselho Gestor do Alvinegro. Desde então, as empresas se tornaram sócias.

Alberto Macedo representou o Resende na função de gestor durante os Arbitrais da Ferj. Defendeu, é claro, a posição do clube do interior, que era a do retorno imediato das competições. Ao mesmo tempo, foi contra os interesses do Botafogo, clube que consta na cadeira de Sócio Benemérito até hoje - como pode ser visto, inclusive, no portal de transparência do Alvinegro.

Lance!
Publicidade
Publicidade