1 evento ao vivo

Ban Ki-moon é eleito presidente da Comissão de Ética do COI

O ex-secretário-geral da ONU recebeu 74 votos e promete transparência; O sul-coreano assume o lugar de Youssoupha Ndiay

14 set 2017
13h49
atualizado às 14h16
  • separator
  • comentários

O Comitê de Ética do Comitê Olímpico Internacional (COI) conheceu, na manhã desta quinta-feira, seu novo presidente. O ex-secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, foi eleito por 74 votos a quatro (além de cinco abstenções), durante a Assembléia Geral do COI, em Lima, no Peru. O sul-coreano ocupará o cargo do senegalês Youssoupha Ndiaye.

Ban Ki-moon cumpriu dois mandatos sucessivos na ONU (2007 a 2016) Foto: Divulgação/World Economic Forum
Ban Ki-moon cumpriu dois mandatos sucessivos na ONU (2007 a 2016) Foto: Divulgação/World Economic Forum
Foto: LANCE!

Após a vitória, o sul-coreano agradeceu aos membros e afirma que quer promover transparência e boa governança no COI.

- Quero expressar minha gratidão aos membros por me eleger presidente da Comissão de Ética. É um orgulho aceitar essa séria responsabilidade. Podemos ganhar o respeito e a confiança do público. Asseguro, senhor presidente Bach, que caminhando juntos farei o meu melhor para contribuir para o grande sucesso do COI. Em nome do COI, quero promover maior transparência e boa governança no COI - discursou.

Ban Ki-moon assume o posto em um momento complicado para a entidade olímpica. O COI, neste momento, tem sobre seus ombros o escândalo envolvendo um esquema de doping de atletas Russos, descoberto no final de 2015. Além das recentes investigações sobre a possível compra de votos para a escolha do Rio de Janeira como sede para os Jogos de 2016.

A votação para presidente do órgão é uma das mudanças previstas na Agenda 2020 do COI. Antes, o presidente da entidade escolhia quem assumiria a presidência.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade