0

Bahia toma sustos, mas consegue bater o Unión em Salvador

Vantagem mínima do Esquadrão depois de ver os argentinos passarem perto de abrir a contagem foi construída com gol de Gilberto

24 nov 2020
21h13
atualizado às 21h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Unión esteve muito perto de conseguir o resultado diante do Bahia na Arena Fonte Nova pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, mas Gilberto e uma grande noite do goleiro Douglas fizeram com que o triunfo por 1 a 0 fosse do Esquadrão. Agora, a equipe brasileira joga por qualquer empate na Argentina que avança as quartas do torneio continental.

Rondava, mas pouco finalizava

Era o Esquadrão quem exercia o esperado domínio em relação a posse de bola ofensiva e "acuava" o time argentino em sua intermediária, tentando fechar os espaços para evitar com que o Bahia finalizasse com maior liberdade contra a meta de Moyano. E os esforços do Tatengue, de certa forma, tiveram resultado positivo já que, durante boa parte da etapa inicial, o único momento onde o Tricolor conseguiu maior campo para bater em gol foi quando Fessin apareceu pelo lado direito do ataque e bateu na diagonal onde Moyano fez excelente defesa rente ao chão.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: LANCE!

Blitz Argentina

Depois de passar quase todo o primeiro tempo mais preocupado na armação dos contra-ataques do que efetivamente conseguir ser perigoso em seguidas oportunidades contra o time brasileiro, o Unión emendou uma incrível sequência de três oportunidades onde Galván cabeceou e a bola só não entrou porque Douglas Friedrich espalmou no travessão além dos chutes potentes de García e Carabajal serem parados por intervenções igualmente salvadoras do goleiro baiano. Momento de muito perigo da equipe visitante.

Ficou à vontade

O tempo complementar começou com a equipe argentina absolutamente à vontade no jogo, seja com o adiantamento das suas linhas que já marcavam a saída de bola do Bahia e também à partir da criação de seguidas oportunidades de marcar onde o Unión perdeu pelo menos duas grandes chances de abrir a contagem. Na mais clara delas, Nardoni recebeu passe livre de marcação e tentou se esticar, mas mandou pela linha de fundo.

Mudanças providenciais

O Esquadrão colocou Rodriguinho, Elias e Rossi nas vagas de Ronaldo, Daniel e Fessin buscando nomes mais inspirados no confronto que parecia melhor desenhado para a equipe visitante sustentar, ao menos, a igualdade.

E, se na questão técnica o jogo não melhorou substancialmenterrubado por Moyano dentro da área, pênalti marcado pela arbitragem do peruano Kevin Ortega. Na batida, Gilberto assumiu a responsabilidade e , na parte da concentração os anfitriões pareceram melhorar sua postura onde Rossi foi atento a lance dividido no passe de Rodriguinho e acabou decolocou bola na esquerda, Moyano no canto direito.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 x 0 UNIÓN

Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)

Data e hora: 24/11/2020 - 19h15

Árbitros: Kevin Ortega (PER)

Assistentes: Jonny Bossio e Michael Orue (ambos PER)

VAR: Diego Haro (PER)

Cartões amarelos: Ronaldo, Gregore, Ramon (BAH); Carabajal, Nardoni, Troyansky (UNI)

Cartões vermelhos:

Gols: Gilberto (32'/2°T)

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Anderson Martins, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Elias, aos 15'/2°T) e Daniel (Rodriguinho, aos 14'/2°T); Fessin (Rossi, aos 15'/2°T), Élber (Clayson, aos 37'/2°T) e Gilberto. Técnico: Cláudio Prates.

UNIÓN: Moyano; Vera, Blasi, Galván e Corvalán; Nardoni (Zenón, aos 44'/2°T), Carabajal (Luna, aos 35'/2°T) e Cañete; Cabrera (Elizari, aos 35'/2°T), Juan García (Fernando Márquez, aos 16'/2°T) e Troyansky. Juan Manuel Azconzábal.

 

Veja também:

Ceni tem o 2º pior aproveitamento do Fla nos últimos 10 anos
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade