PUBLICIDADE
Logo do

Bahia

Meu time

Bahia faz 7 a 1 no Campinense e avança na Copa do Brasil

Após sair perdendo na primeira etapa, Esquadrão conta com gols de Rossi (3), Gilberto (2) e Juninho Capixaba (2), para avançar na competição

9 mar 2021
23h27 atualizado às 23h36
0comentários
23h27 atualizado às 23h36
Publicidade

E o Bahia deu seu primeiro passo para sonhar com o título da Copa do Brasil. No estádio Amigão, em Campina Grande, na noite desta terça-feira, pela primeira fase da competição, o Tricolor, após sair em desvantagem para a Raposa, contou com os três gols de Rossi, dois de Gilberto, além de mais dois de Juninho Capixaba, para golear o adversário por 7 a 1 e garantir sua classificação.

Com o resultado, os comandados de Dado Cavalcanti agora aguardam seu adversário na próxima fase que sairá do confronto entre Jaraguá-GO e Manaus.

(Reprodução/SporTV)
(Reprodução/SporTV)
Foto: Lance!

Bahia tem início melhor, mas sai atrás no marcador

Buscando resolver a situação logo no começo, o Bahia sabia que não teria jogo fácil. No entanto, nos primeiros 15 minutos, conseguiu criar algumas oportunidades com Gilberto, Rossi e Gabriel Novaes, sendo esse último tentando marcar de bicicleta, assustando o goleiro Rubens Júnior.

Sem êxito nas finalizações, o Campinense aproveitava do jeito que podia as bolas que sobravam. Com isso, em uma delas, aos 17 minutos, em uma falha do sistema defensivo do Esquadrão, Cadu, após um chute de bico de Ruan Carlos, aproveitou para balançar as redes de Douglas. 1 a 0.

Tricolor vai pra cima e consegue virada no placar

Mas quem pensava que o Bahia iria sentir o gol, pensou errado. Na busca por igualar tudo no Amigão, em novas chances de Gabriel Novaes e Lucas Fonseca que, por sua vez, viu sua cabeçada ser tirada em cima da linha por Sérgio Vinícius, só deu ânimo para que os visitantes conseguissem marcar.

Com isso, aos 23 minutos, finalmente os comandados de Dado marcaram seu tento. E com um verdadeiro golaço. Após Gabriel Novaes tentar minutos antes, foi a vez de Rossi aplicar uma linda bicicleta que encobriu o camisa 12 da Raposa. 1 a 1.

E o atacante estava em noite inspirada. Após empatar o duelo, aos 26 minutos outra vez, o craque voltou a estufar a rede do rival. Aproveitando jogada individual de Gabriel, o camisa 39 bateu para o gol com a bola para que Rossi, no lugar certo, só empurrasse para o fundo das redes. 2 a 1.

Gilberto amplia para os visitantes

Percebendo o adversário sem reação após sofrer a virada no marcador, conseguindo apenas uma finalização com Állefe, dando trabalho ao goleiro Douglas Friedrich, aos 44 minutos, o Tricolor fez mais um. Após pegar rebote na rebatida da defesa, Gilberto mandou para o gol, porém com Kemerson tentando tirar a bola, mas sem sucesso, mandando contra a própria meta. 3 a 1.

Ele de novo! Rossi aumenta a goleada em Campina Grande

Na volta para o segundo tempo, apesar das mudanças promovidas pelo técnico Éderson Araújo, nada foi capaz de parar o ataque do Tricolor. Sendo assim, bem no comecinho da etapa, aos 3 minutos, o nome da noite, Rossi, outra vez deixou o dele, desta vez contando com a assistência de Gilberto para fazer. 4 a 1.

Juninho Capixaba entra e já marca o quinto

E o Bahia não quis saber de parar por ai. Além dos gols feitos, Rossi ainda conseguiu dar uma assistência para Juninho Capixaba que, momentos antes, havia entrado no jogo, sem chances para o goleiro da Raposa. 5 a 1.

Mudanças dos dois lados

O resultado elástico para o rival, deixou o técnico Éderson Araújo sem saber o que fazer para amenizar a pressão em campo. Tentando ainda sonhar com uma possível reação, visou trocas no meio e no ataque, entre elas tirando Cadu e colocando Bruno Freitas.

Já pelo lado da equipe de Salvador, as substituições também foram ocorrendo com o tempo. Depois de ter feito sua parte no jogo, Rossi acabou deixando seu lugar para Thiago Andrade, enquanto Rodriguinho, que pouco conseguiu produzir, foi o escolhido para a entrada de Alesson.

Reta final com Gilberto e Juninho Capixaba fechando a conta

Apesar de uma certa insistência com os espaços dados pelo Bahia em campo, o Campinense passou a ficar mais em seu campo de ataque. Entretanto, sem sucesso nas finalizações, quem conseguiu marcar mais um foi Gilberto, desta vez aos 36 minutos, após Juninho Capixaba cruzar na medida para o camisa 9 aparecer para marcar. 6 a 1.

Praticamente sem forças, o time da casa apenas tentava não sofrer mais gols. Porém não conseguiu. Já perto dos acréscimos, Juninho Capixaba, aos 43, ainda mandou no ângulo do arqueiro da Raposa para dar números finais ao jogo em 7 a 1.

FICHA TÉCNICA

CAMPINENSE 1x7 BAHIA - 1ª FASE DA COPA DO BRASIL

Estádio: Amigão, em Campina Grande (PB)

Data: 9 de março de 2021, às 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (CBF-ES)

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (CBF-ES) e Vanderson Antonio Zanotti (CBF-ES)

Cartões amarelos: Júnior Gaúcho (CAM) / Matheus Bahia (BAH)

Cartões vermelhos: -

GOLS: Cadu, 17'/1ºT (1-0); Rossi, 23'/1ºT (1-1); Rossi, 26'/1ºT (2-1); Kemerson, 44'/1ºT (contra) (3-1); Rossi, 3'/2ºT (4-1); Juninho Capixaba, 13'/2ºT (5-1); Gilberto, 36'/2ºT (6-1); Juninho Capixaba, 43'/2ºT (7-1).

CAMPINENSE (Técnico: Éderson Araújo)

Rubens Júnior, Állefe, Kemerson (Michel Bennech, no intervalo), Júnior Gaúcho e Jackinha; Gabriel Pereira, Rafinha, Sérgio Vinícius (Dudu, aos 10'/2ºT) e Cadu; Marcelinho (Daniel, aos 20'/2ºT) e Ruan Carlos (Matheus Régis, no intervalo).

BAHIA (Técnico: Dado Cavalcanti)

Douglas Friedrich; Nino Paraíba (João Pedro, aos 20'/2ºT), Lucas Fonseca, Juninho e Matheus Bahia (Juninho Capixaba, aos 6'/2ºT); Patrick de Lucca, Daniel (Edson, aos 6'/2ºT) e Rodriguinho (Alesson, aos 16'/2ºT); Rossi (Thiago Andrade, aos 16'/2ºT), Gabriel Novaes e Gilberto.

Lance!
Publicidade
Publicidade