3 eventos ao vivo
Logo do Cruzeiro
Foto: terra

Cruzeiro

ATUAÇÕES: Hernanes volta a decidir para o São Paulo e leva a maior nota

Profeta fez dois gols e foi decisivo na virada do Tricolor sobre o Cruzeiro no Morumbi

13 ago 2017
13h48
atualizado às 13h48
  • separator
  • comentários

Autor de dois gols e herói do São Paulo, na vitória por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, neste domingo, o meia Hernanes recebeu a maior nota do confronto, segundo avaliação do LANCE! . Pelo lado do Cruzeiro, Sassá, também com dois gols (ainda perdeu um pênalti), foi o mais bem avaliado. Confira as notas do jogo.

SÃO PAULO

4,5
Renan

Na primeira participação na partida, fez pênalti bobo, que acabou desperdiçado por Sassá. No primeiro gol do Cruzeiro, chegou a fazer a defesa, mas aceitou e viu a bola nas redes.

5,0
Buffarini

Sem destaque em nenhum aspecto. Atuou praticamente como um zagueiro na lateral direita, sem tentativa de subir ou puxar contra-ataque.

6,5
Arboleda

Perdeu para Digão pelo alto no gol de Sassá e cometeu erros de passe na defesa. Aprendeu a lição pelo alto e subiu mais alto que Hudson para empatar

4,5
Rodrigo Caio

Chamou a responsabilidade e passou a ser volante, já que Militão não dava conta do recado. De volta à zaga, errou no segundo gol do Cruzeiro ao entregar a bola para Sassá em direção ao gol.

5,0
Edimar

Além do que era obrigado a fazer (marcar pelo lado esquerdo) tentou uma enfiada de bola para Prato, que foi contida pela defesa cruzeirense.

5,0
Militão

Tentou ser o distribuidor das jogadas e válvula de escape do São Paulo. Acabou recuando para a zaga, sem sucesso. Substituído no intervalo.

6,0
Petros

Pela direita, não conseguiu proteger a defesa e nem atacar, o que desencadeou na torcida o clamor por Jucilei. Na segunda etapa, mudou de lado e melhorou.

8,0
Hernanes

Vinha sumido até abrir o placar no primeiro tempo com belo gol de falta. Pouco participava do jogo e principalmente da saída de bola. Compensou na bola parada ao servir Arboleda e virar de pênalti.

5,5
Marcinho

Apagado no primeiro tempo, ajustou posicionamento na segunda etapa e até chegou para finalizar.

6,5
Marcos Guilherme

Pelo lado esquerdo do ataque, foi o que mais tentou, na base do improviso, criar e procurar Pratto dentro da área.

6,0
Pratto

Fez o que pôde para ajudar para ter uma chance clara de gol. Conseguiu apenas bolas mascadas e quase nenhum cruzamento.

6,5
Jucilei

Deu energia para o meio de campo ao entrar no segundo tempo, melhorou a marcação e liberou Petros e Marcinho para atacar. Merece a titularidade que nunca deveria ter perdido

7,0
Gilberto

Entrou para pressionar e dar mais volume de jogo ao ataque. Acrescentou velocidade e acabou sofrendo pênalti que deu vitória ao Tricolor.

6,0
Denílson

Prendeu a marcação e fez parte do ganho de posse de bola do São Paulo no fim. Sem destaque em jogadas individuais.

6,0
Dorival Júnior

Errou ao tirar Jucilei do time e consertou no intervalo. Apesar do início desorganizado, acertou ao colocar o time para frente e conseguiu a virada.

CRUZEIRO

5,5
Rafael

Pulou atrasado no gol de falta de Hernanes e ficou vendido no de Arboleda.

5,5
Ezequiel

Cometeu falta boba no primeiro gol do São Paulo e o pênalti.

6,5
Léo

Erros nas saídas de bola, mas muito bem na marcação, bastante seguro.

5,5
Digão

Boa estreia, ganhou várias disputas, porém acabou expulso no fim.

6,0
Bryan

Foi bem no apoio e tomou alguns sustos atrás. Saldo positivo.

6,5
Nonoca

Antecipações precisas e toque de bola com categoria. Bom futuro.

5,0
Hudson

Falhou na marcação de Arboleda no segundo gol e errou passes.

6,0
Rafael Sóbis

Mais discreto, porém participativo na criação de jogadas.

6,5
Robinho

Quase marcou duas vezes e deu grande assistência para Sassá.

5,5
Alisson

Tentou várias jogadas individuais e só acertou uma já no fim.

7,5
Sassá

Marcou dois gols de muita categoria, porém desperdiçou pênalti,

6,0
Henrique

Entrou para tentar melhorar o toque de bola, mas veio a virada

6,0
Thiago Neves

Quando o placar já era adverso, teve pouco tempo para algo.

-
Rafinha

Entrou no fim. Fica sem nota

6,5
Mano Menezes

Time veio muito bem armado, tomou gols em bolas paradas e foi prejudicado pela arbitragem.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade