0

Atlético-MG dispensa cinco jogadoras da sua equipe feminina

A pandemia do novo coronavírus, que gerou queda de receitas, foi o motivo alegado pelo clube para fazer os cortes

16 mai 2020
20h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Atlético-MG resolveu fazer cortes de despesas no elenco do Galo Feminino, equipe de futebol feminino do clube. O alvinegro dispensou cinco jogadoras no fim da sexta-feira, 15 de maio. A pandemia do novo coronavírus, que inviabilizar as atividades do time, foi o principal motivo alegado para o corte de atletas.

Deixaram o Galo Feminino as meias Lorraine, Jennifer Sthefany e Ligyamara Araújo, a lateral Rayssa Rodrigues e a atacante Ravilla Tamara.


Ravilla Tamara e Lorraine estavam sem contrato com o Atlético, mas as demais jogadoras tinha vínculo até junho.

O time feminino do Galo sofreu baixas para conter despesas do elenco- (Mourão Panda/América-MG)
O time feminino do Galo sofreu baixas para conter despesas do elenco- (Mourão Panda/América-MG)
Foto: Lance!

A incerteza sobre o futebol feminino e o de base aumentam em 2020, em contrapartida ao futebol profissional masculino, que tem recebido apoios constantes para voltar aos treinos e às atividades de campo.

-Diante da situação atual, não temos previsão ainda do retorno das categorias de base e do feminino. Se já não existe um horizonte para o futebol profissional masculino por parte da CBF, a base então nem se fala, assim como o futebol feminino, que não houve nenhum tipo de aceno para que elas voltassem a treinar- disse Sérgio Sette Câmara, presidente do Galo.

O calendário do Galo Feminino em 2020 sofreu com a pandemia do coronavírus, tendo feito apenas um jogo no ano, pela Série A-2 do Campeonato Brasileiro, quando empatou por 0 a 0 com o Villa Nova-ES an estreia.

Veja também:

DIÁRIO L! DA COPA DE 70: a repercussão da vitória da Seleção sobre os tchecos na estreia do mundial
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade