0

Atlético-GO é mais eficiente, supera o Sport em Recife e deixa o Z4

Jogo marcado por poucas oportunidades reais de gol na Ilha do Retiro só saiu do zero graças ao tento marcado por Janderson na etapa complementar

23 nov 2020
22h01
atualizado às 23h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Não foi das partidas mais empolgantes na atual edição do Campeonato Brasileiro, mas o Atlético-GO obteve uma vitória importante diante do Sport por 1 a 0 nessa segunda-feira (23) jogando na Ilha do Retiro.

Janderson marcou o gol da vitória (Ana Leal/Ofotografico)
Janderson marcou o gol da vitória (Ana Leal/Ofotografico)
Foto: Lance!

Com o gol de Janderson, o Atlético ascendeu para a 12ª colocação com 27 pontos, enquanto o Rubro-Negro da Praça da Bandeira se reaproxima perigosamente da zona de rebaixamento tendo, agora, 25 pontos, somente um a mais do que o 17° e primeiro ocupante do Z4, o Vasco.

DRAGÃO MAIS CONTUNDENTE

A divisão da partida na primeira metade do confronto se demonstrou com o panorama onde o Sport até tinha mais velocidade para tentar as finalizações, porém sem conseguir aprimorar o suficiente a pontaria visando forçar o trabalho de Jean.

Por outro lado, a equipe goiana tinha por mais tempo a bola nos pés e presença ofensiva não apenas mais constante como também mais eficiente no sentido de assustar Luan Polli. Através de lance que exploraram a bola aérea, o Atlético levou perigo tanto no chute de Willian Maranhão defendido por Luan Polli como na testada firme de Gilvan (a bola passou perto da trave esquerda do Sport) e em cabeçada de Zé Roberto que ia no canto oposto de Polli que defendeu bem.

ESTOCADA PRECISA

Na volta do intervalo, o confronto tinha o Sport se fazendo bem mais presente no plano ofensivo, porém seguindo com o problema da conversão em sua movimentação em finalizações mais agudas. Dentro desse contexto, foi usando o recurso do contra-ataque que o time de Goiânia conseguiu abrir a contagem na Ilha do Retiro onde Zé Roberto recebeu a bola ainda no plano defensivo, foi carregando e serviu na hora certa Janderson que bateu cruzado, de perna esquerda, por baixo de Luan Polli.

TENTOU (SEM SUCESSO) O 'ABAFA'

Desde a entrada de nomes como Marquinhos e posteriormente as incursões de Lucas Venuto e Bruninho, a prioridade de Jair Ventura parecia claramente "destravar" o ataque do Leão que tinha sérias dificuldades na troca de posições onde mais opções apareceriam aos responsáveis pelo sistema criativo. Porém, a noite do time pernambucano efetivamente era de pouca inspiração, ameaçando pouco a meta do Atlético-GO onde um pênalti chegou a ser marcado já nos acréscimos de Gilvan em Hernane, mas a revisão no VAR fez com que a arbitragem de Edina Alves Batista anulasse a marcação.

O Dragão ainda poderia ter deixado sua vantagem parcial ainda mais confortável se Gilvan e Danilo Gomes tivessem tido maior tranquilidade e precisão nas suas finalizações. Porém, nada que interferisse diretamente na conquista de três importantes pontos no apito final.

FICHA TÉCNICA

SPORT 0 x 1 ATLÉTICO-GO

Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)

Data e hora: 23/11/2020 - 20h

Árbitros: Edina Alves Batista

Assistentes: Neuza Inês Back e Daniel Paulo Ziolli

VAR: José Claudio Rocha Filho

Cartões amarelos: Sander (SPO); João Victor, Chico e Ferrareis (ACG)

Cartões vermelhos: -

Gols: Janderson (15'/2°T)

SPORT: Luan Polli; Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Márcio Araújo (Bruninho, aos 28'/2°T), Thiago Neves (Júnior Tavares, aos 45'/2°T), Leandro Barcia (Lucas Venuto, aos 28'/2°T), Lucas Mugni e Jonatan Gómez (Marquinhos, no intervalo); Mikael (Hernane, aos 28'/2°T). Técnico: Ricardo Henriques.

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, João Victor, Gilvan e Nicolas; Willian Maranhão, Chico (Pereira, aos 24'/2°T) e Matheus Vargas (Rithely, aos 41'/2°T); Janderson (Arnaldo, aos 44'/2°T) Zé Roberto (Júnior Brandão, aos 24'/2°T) e Ferrareis (Danilo Gomes, aos 25'/2°T). Técnico: Marcelo Cabo.

Veja também:

Ceni tem o 2º pior aproveitamento do Fla nos últimos 10 anos
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade