0

Atlético de Madrid enfrenta Marselha pelo tri da Liga Europa

Finalista de competições continentais nos últimos anos pares, Colchoneros querem repetir façanhas de 2010 e 2012. As duas equipes não celebraram títulos na temporada

15 mai 2018
16h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Campeão da Liga Europa em 2010 e 2012, o Atlético de Madrid está perto do tri. Nesta quarta-feira, às 15h45, os Colchoneros 'visitam' o Olympique na final da competição. Franceses de Marselha, os rivais dos espanhóis agradecem pelo fato da decisão, em jogo único, ser na França, em Lyon, cidade distante a 300 km.

Apresentação - Olympique de Marselha x Atlético de Madrid
Apresentação - Olympique de Marselha x Atlético de Madrid
Foto: Lance!

Desde então, os comandados de Simeone foram vice da Liga dos Campeões para o arquirrival Real Madrid em duas oportunidades: 2014 e 2016. A (ainda pequena) espera para voltar ao topo da segunda principal competição continental chegará ao fim? Quem, de fato, amarga uma longa espera é o Olympique, que levantou a Champions da temporada de 1992/93, vice em competições europeias quatro vezes.

O Atlético de Madrid não poderá contar com o seu treinador, suspenso. Dentro de campo, porém, conta com nomes como Diego Costa, Griezmann, Filipe Luis e Fernando Torres. Enquanto isso, o Olympique de Marselha conta com o meia Payet, cotado para ir ao Mundial pela França.

O Atlético chegou à competição após cair na fase de grupos da Champions, num grupo que tinha ainda Chelsea e Roma. Os espanhóis eliminaram Copenhagem, Lokomotiv Moscou, Sporting Lisboa e Arsenal. Já o Marselha bateu o Domzale, da Eslovênia, nos playoffs. Na fase de grupos, ficou em segundo, atrás do RB Salzsburg, mas à frente de Konyaspor e Vitória de Guimarães. Depois, eliminou Braga, Athletic Bilbao, RB Leipzig e o mesmo Salzburg.

Olympique de Marselha: Mandanda; Sakai (ou Sarr), Rami, Luiz Gustavo e Amavi; Anguissa, Sanson, Thauvin, Payet e Ocampos; Germain (ou Mitroglou). Técnico: Rudi Garcia.

Atlético de Madrid: Oblak; Vrsaljko (ou Juanfran), Giménez, Godín e Hernández (ou Filipe Luís); Gabi, Saúl, Correa e Koke; Griezmann e Diego Costa. Técnico: Diego Simeone

Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda)

Estádio: Parc Olympique Lyonnais, em Lyon (França).

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade