1 evento ao vivo

Atletas brilham em Pan Júnior de Wrestling e treinador celebra resultados; veja

Treinador da Seleção Brasileira de Wrestling e da Escola de Lutas José Aldo celebra bons resultados de seus atletas no Pan-Americano; confira mais:

14 jun 2019
13h59
  • separator
  • 0
  • comentários

A jovem Thamires Machado conquistou mais um grande resultado em sua promissora carreira e faturou a medalha de ouro no Pan-Americano Júnior de Wrestling, realizado na última semana, na Guatemala. Uma semana antes, a atleta também ficou no lugar mais alto do pódio na disputa do Pat Shaw Memorial, torneio que serviu de preparação para o Pan.

Thamires Machado faturou a medalha de ouro no Pan-Americano Júnior de Wrestling (Foto: Karen Terahata)
Thamires Machado faturou a medalha de ouro no Pan-Americano Júnior de Wrestling (Foto: Karen Terahata)
Foto: Lance!

Thamires mora na comunidade do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e começou a lutar em um projeto social. Ela treina diariamente na ViVi Arena com Daniel Pirata, um dos treinadores da Seleção Brasileira de Wrestling e professor de Luta Olímpica do projeto social Escola de Lutas José Aldo, que funciona no local.

Além da promissora Thamires, o casca-grossa Pedro Campos, que também treina na ViVi Arena com Pirata, conquistou medalha de prata no Pat Shaw e faturou o bronze no Pan-Americano. Responsável pela evolução de ambos, Pirata externou sua satisfação com os resultados obtidos pelos seus atletas.

- Eu já esperava esse resultado da Thamires, porque aqui no CT nós temos muito material humano, ou seja, companheiros de treinamento, e ela pode se testar tecnicamente, fisicamente e psicologicamente nos nossos treinos. Eu alimento muito a competição sadia dentro do grupo e acho que isso a ajudou a chegar onde chegou.

Quanto ao Pedrinho, que é um atleta super talentoso e dedicado, eu já calculava que não seria tão fácil por conta da sua pouca idade. Ele tem apenas 17 anos e a categoria dele é a sub-20. Olhando seus adversários, eu havia calculado uma prata ou um bronze, que foi o que acabou acontecendo. Ele conquistou a medalha de prata no Pat Shaw Memorial fazendo a final com um atleta americano em um placar acirrado de 14 a 13. No Pan-Americano, o Pedro venceu a primeira luta contra o peruano e a segunda contra o equatoriano, mas perdeu para o americano e ficou com o terceiro lugar, o que foi muito satisfatório para a sua idade - analisou o treinador.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade