0

Atleta do City comandou orgia na véspera de pedir isolamento

Atleta da seleção inglesa recebeu um amigo e duas prostituas, uma delas brasileira, em seu apartamento, na última terça-feira, e foi clicado em roupas íntimas e contando dinheiro

5 abr 2020
11h41
atualizado às 11h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O lateral Kyle Walker, do City, organizou uma orgia com duas prostitutas e um amigo em seu apartamento em Hale, na grande Manchester. A festa particular teria ocorrido na última terça-feira, um dia antes de o jogador publicar uma mensagem em suas redes sociais defendendo o isolamento social durante a pandemia de coronavírus. As informações são do tabloide inglês The Sun, publicadas neste domingo.

Kyle Walker disputou a última Copa do Mundo pela Inglaterra (Foto: Manan Vatsyayana / AFP)
Kyle Walker disputou a última Copa do Mundo pela Inglaterra (Foto: Manan Vatsyayana / AFP)
Foto: LANCE!

As acompanhantes Louise Mcnamara, de 21 anos, e uma brasileira de 24 anos, sem identificação, teriam chegado ao endereço do jogador às 22h30, e saído quatro horas depois, já na madrugada de quarta-feira - dia em que o craque publicou o vídeo pedindo pela permanência das pessoas em casa.

Louise é mãe solteira e estudante de criminologia na Universidade Metropolitana de Manchester. Em declaração ao jornal, a acompanhante revelou como se deu a contratação de seu serviços.

"Eu trabalho com uma agência em Manchester. Recebi uma mensagem do meu chefe dizendo que um cliente de alto calão estava procurando alguém com classe", relatou Louise, que aceitou o trabalho e foi ao encontro do atleta da seleção inglesa.

"Peguei um táxi de Manchester para o endereço e um motorista me pegou do lado de fora e me levou para os portões do apartamento dele. Então o amigo dele saiu e me encontrou. Havia outra garota no carro comigo também".

Segundo a publicação, Walker tentou manter sua identidade em segredo, mas a brasileira o reconheceu. Com a informação, Louise tirou fotos do jogador trajando roupas íntimas e enquanto este contava dinheiro para pagar pelo serviço das acompanhantes - imagens exibidas na reportagem. As prostitutas receberam, cada, 2,2 mil libras (R$ 14,44 mil, na cotação atual) pela noite.

"Primeiro, ele está convida estranhos para ir a sua casa para fazer sexo, e no dia seguinte, está dando uma palestra para todos sobre a necessidade de permanecer em segurança. Ele é hipócrita e coloca as pessoas em risco", finalizou Louise.

A imprensa inglesa especula que Walker pode receber punições de Manchester City e seleção inglesa. O jogador lamentou por sua conduta em comunicado:

"Quero fazer um pedido de desculpas público pelas minhas ações na semana passada. Entendo que a minha posição enquanto jogador profissional de futebol traz-me a responsabilidade de ser um exemplo. Por isso, quero pedir desculpa à minha família, amigos, Manchester City e adeptos por vos ter desiludido. Há heróis a fazer a diferença na sociedade neste momento e as minhas ações não vão de encontro ao esforço dessas pessoas".

Veja também:

Pelé é superestimado? Editor do L! avalia polêmica criada por site inglês
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade