1 evento ao vivo

Arsenal vence Bournemouth fora de casa e encosta no G4 do Inglês

Gunners souberam sofrer e conseguiram uma vitória importante longe de casa para continuar na caçada ao grupo de classificação para a próxima Liga dos Campeões

25 nov 2018
13h27
  • separator
  • comentários

Sobe, Arsenal! Após três empates consecutivos, os Gunners voltaram ao caminho das vitórias neste domingo, quando fora de casa, venceram o Bournemouth por 2 a 1. Lerma (contra) e Aubameyang fizeram os gols do time londrino, King descontou para os donos da casa.

Gabonês foi decisivo para a vitória dos Gunners (Foto: AFP)
Gabonês foi decisivo para a vitória dos Gunners (Foto: AFP)
Foto: Lance!

Com o Vitality Stadium praticamente lotado, o Bournemouth começou a partida com tudo e balançou as redes logo aos oito minutos de jogo com David Brooks, mas o árbitro anulou o lance por conta de posição irregular. No minuto seguinte, os Gunners responderam com força e Lucas Torreira carimbou a trave de Begovic.

Após o início eufórico, a partida acalmou e os times passaram a prezar pela posse de bola, com vantagem para o Arsenal, que dominou a estatística na primeira etapa. Em uma das boas chegadas dos visitantes pela ponta esquerda, Iwobi cruzou para a entrada da área e Jonathan Lerma, na tentativa de cortar o cruzamento, acertou um lindo chute em direção ao próprio gol e abriu o placar para os Gunners.

Os donos da casa não se abateram com o gol contra e com muita vontade e disposição conseguiram igualar o placar na ida para o intervalo. Em rápido contra-ataque, Brooks rolou para Joshua King, que finalizou de primeira com perfeição no ângulo, sem chance alguma de defesa para Leno.Na volta dos vestiários, o Arsenal voltou à frente do marcador. Em cochilo da defesa do Bournemouth, os Gunners descolaram ótima troca de passes e Kolasinac achou Aubameyang sozinho dentro da área. O gabonês, de carrinho, completou para as redes e colocou novamente os Gunners em vantagem.

Atrás do placar pela segunda vez na partida, os Cherries foram com tudo para o ataque e tiveram pelo menos duas boas oportunidades para empatar a partida. Em chegada rápida pela esquerda, Stanislas, sozinho, finalizou fraco nas mãos de Leno. Instantes depois, Lerma, em linda finalização de longa distância, carimbou a trave e quase se redimiu do gol contra, mas o placar permaneceu o mesmo até o apito final do árbitro.

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade