1 evento ao vivo

Apresentado, Renato afirma que família pesou na escolha pela Chape

Jogador relata que tem vontade de atuar no exterior, mas proximidade com família muda destino. Ele tinha proposta de renovação com o Avaí para a próxima temporada

8 jan 2019
18h57
atualizado às 18h57
  • separator
  • comentários

Renato foi apresentado oficialmente nesta terça-feira na Chapecoense. O jogador, que pode atuar como lateral direito, meia e atacante, estava no Avaí na temporada passada. Pela equipe de Florianópolis, ele jogou 35 partidas em 2018, marcando 12 gols, sendo artilheiro da equipe na temporada.

Renato é apresentado na Chapecoense nesta terça-feira (Foto: Divulgação/Chapecoense)
Renato é apresentado na Chapecoense nesta terça-feira (Foto: Divulgação/Chapecoense)
Foto: Lance!

O jogador comentou sobre como foi a negociação com a equipe catarinense. Mas antes disse que esperava ser vendido para fora do Brasil. Ele ressaltou que Claudinei foi primordial no acerto entre ele e Índio Condá. Além disso, Renato comentou sobre a necessidade de estar perto da família.

- Durante a Série B, eu tive a oportunidade de assinar pré-contrato com outros clubes, mas, por respeito ao clube em que eu estava atuando, o Avaí, optei por dar prioridade a eles. Só que no decorrer das férias não houve acordo e dei prioridade a jogar fora. Acho que não só eu, mas todos os jogadores tem esse sonho de jogar fora do país. O Claudinei me ligou, falou do interesse da Chape e eu falei a ele o que estava acontecendo, das especulações de fora, que pra mim seria bom. Ele pediu o nome do meu agente e eu dei. Fiquei surpreso com o interesse da Chapecoense e feliz também. Acabamos acertando aqui por conta da minha família, tenho filha pequena, então achamos melhor vir pra cá. Essa decisão para mim foi fundamental - disse.

Renato teve duas passagens dele pelo Avaí, ambas com o acesso à primeira divisão nacional. A última é considerada uma das melhores da carreira. No entanto, a partir deste ano seu pensamento está apenas na Chapecoense. O jogador demonstrou estar satisfeito com a ida para o Verdão.

- Acertei na escolha. A cidade é muito boa, fui muito bem acolhido aqui. Fico feliz com a recepção de meus companheiros, vi que realmente aqui é uma família, a Chapecoense é uma família, então to muito feliz. Espero dar o meu melhor e ajudar a Chapecoense da melhor maneira possível - afirmou.

Outros trechos da coletiva:

Polivalência
"Prefiro atuar na parte da frente. Atuei bastante nessa posição com o Claudinei, mas também já ajudei bastante no meio, de volante, e acho que onde ele precisar tenho que estar preparado para ajudar da melhor forma possível. (...) Tenho característica de voltar e buscar jogo. Consigo encarar meus adversários de frente e isso é melhor pra mim".

Avaí em 2018
Sem dúvida foi uma das minhas melhores temporadas. Fui feliz em mais uma vez ter conseguido junto aos meus companheiros o objetivo do clube, que era o acesso. Agora o Avaí já passou, tenho meus objetivos pessoais, e junto com o grupo, agora na Chapecoense, espero da melhor maneira possível conseguir esses objetivos e dar seguimento aqui na Chape".

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade