PUBLICIDADE

Após triunfo, Cabo comemora classificação para a final da Taça Rio: 'O Vasco teve equilíbrio e paciência'

Na entrevista coletiva, o técnico do Gigante da Colina afirmou que o placar poderia ser mais elástico e que a equipe enfrentou um adversário muito organizado defensivamente

8 mai 2021 19h14
| atualizado em 9/5/2021 às 01h38
ver comentários
Publicidade

Com a volta dos titulares, o Vasco garantiu a classificação para a final da Taça rio ao derrotar o Madureira por 2 a 1 em São Januário. Na coletiva de Imprensa, o técnico Marcelo Cabo comemorou o resultado e disse que equipe teve equilíbrio e paciência para construir o triunfo. Ele também afirmou que o lacar poderia ser ainda mais elástico, já que o time perdeu oportunidades no segundo tempo.

Marcelo Cabo exaltou a atuação do Vasco diante do Madureira (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Marcelo Cabo exaltou a atuação do Vasco diante do Madureira (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Foto: Lance!

- Pegamos um time muito bem organizado para se defender, que a todo momento jogou na linha baixa. E a gente sabia das dificuldades. Quando a gente pega 10 homens atrás da linha da bola, a gente tem que ter eficiência no último terço e nós tivemos (foram quase 40). E a gente trabalhou muito durante a semana. Iremos encontrar muito esse tipo de comportamento quando jogarmos em casa - analisou o treinador, e acrescentou.

- Eu acho que o placar merecia ser mais elástico, merecia ser mais. Se fosse 4 ou 5 a 1 não seria um absurdo pelo que produziu, teve bola na trave, jogador tirando em cima da linha. O Vasco teve equilíbrio, teve paciência. Foi o que eu pedi a eles todos os momento - disse.

Ao ser perguntado sobre a importância da competição, o técnico disse que houve muito questionamento sobre a escalação de um time reserva no primeiro jogo, porém tudo estava dentro do planejamento. Além disso, Cabo ressaltou que respeita qualquer adversário e que o Cruz-Maltino tem que entrar para ser campeão.

- Sempre deixamos muito claro que vamos usar a Taça Rio, é claro que quando entramos em uma competição é para sermos campeões, independente da competição que estamos jogando. Mas temos o planejamento. Houve muito questionamento ao longo da semana pelo fato de usarmos um time alternativo contra o Madureira. Mas era um confronto de 180 minutos, sabíamos que teríamos um confronto de 90 minutos em casa. Não importa como começa, o que importa é como termina, e terminou com o Vasco classificado. Respeitamos o Botafogo e o Nova Iguaçu, e estamos prontos para enfrentar qualquer um dos dois - analisou o comandante.

O Gigante da Colina volta a campo no próximo final de semana pela final da competição. Enquanto isso, espera o vencedor do duelo entre Botafogo e Nova Iguaçu para conhecer o seu adversário.

Lance!
Publicidade
Publicidade