2 eventos ao vivo

Após reviravolta, 'chapão' lançará Rueda à presidência do Santos

Segundo colocado no último pleito havia perdido força no 'Movimento dos Santistas' após divergências em relação ao candidato à vice, mas grupo voltou atrás

22 set 2020
12h23
atualizado às 12h23
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Movimento dos Santistas, grupo formado por membros da oposição do Santos, oficializou que Andrés Rueda será o candidato à presidência lançado pelo grupo. Segundo colocado na última eleição, em 2017, o postulante ao cargo máximo do Peixe havia perdido força interna após divergências quanto ao seu vice, que será José Carlos de Oliveira.

Andrés Rueda conquistou 1261 votos e ficou na segunda colocação na eleição de 2017 (Foto: Divulgação)
Andrés Rueda conquistou 1261 votos e ficou na segunda colocação na eleição de 2017 (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

Uma ala do movimento defendia que Rafael Leal fosse o vice, e o nome de Celso Jatene como candidato à presidência pelo "chapão", como popularmente é conhecido o movimento, havia crescido nos últimos dias. No entanto, Andrés Rueda era o principal nome do grupo desde o início e recuperou o poder de bastidor para oficializar o seu lançamento ao lado de Oliveira.

Desde a primeira reunião, realizada em junho, dois nomes deixaram o Movimento dos Santistas, Rodrigo Marino, que é pré-candidato em chapa própria, e José Renato Quaresma, vice de Rueda na última eleição.

Andrés Rueda e José Carlos de Oliveira fizeram parte do comitê de gestão de Peres, mas ambos deixaram as suas funções antes de completaram um ano.

Com a oficialização de Rueda e a "União pelo Santos", o Alvinegro passa a ter oito pré-candidatos ao seu cargo máximo no próximo triênio: Andrés Rueda, Daniel Curi, Esmeraldo Tarquinio, Fernando Silva, Milton Teixeira Filho, Ricardo Agostinho, Rodrigo Marino e Vágner Lombardi. José Carlos Peres tem o direito a concorrer a reeleição, mas não se candidatar. Os gestores Matheus Rodrigues e Pedro Doria são cotados para serem os representantes da situação, fazendo com que o pleito chegue a nove candidatos.

A eleição de 2017 contou com quatro candidatos, sendo a anterior, ocorrida em 2014, a que contou com o maior número de postulantes à presidência, com cinco concorrentes.

Veja também:

Momento ruim de Corinthians e Palmeiras no Brasileiro são destaques da Coluna de Vídeo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade