1 evento ao vivo

Após palavrões, Sheik liga e pede perdão para Dudu

Atacante do Timão não se arrepende das brincadeiras com o atleta do rival, mas admite que a utilização dos palavrões na comemoração do título acabou passando do ponto

15 abr 2018
20h11
atualizado em 16/4/2018 às 07h48
  • separator
  • comentários

A final do Paulistão entre Palmeiras e Corinthians aconteceu já faz uma semana, mas ela parece longe de terminar. O episódio da vez, porém, é mais pacífico do que os anteriores e tem como objetivo apagar um incêndio e não criar mais um, como tem acontecido durante os últimos dias.

Após aparecer em um vídeo xingando Dudu e o Palmeiras durante a comemoração do título estadual, Emerson Sheik se arrependeu dos palavrões que proferiu e entrou em contato com o jogador do Verdão para pedir desculpas. Em cima de um palco, o atleta do Timão disparou "Ei Dudu, vai tomar no ...".

- Brinquei, não vou perder esse perfil. Se a gente ganhar do Palmeiras amanhã, eu vou zoar de novo, vou zoar o Dudu também, se for o caso, mas realmente o palavrão passou um pouquinho, e eu reconheço que o palavrão não poderia, mas eu estava em um momento de pura felicidade, foi um título que foi difícil. "Ah, é um Paulista", não importa, foi extremamente difícil, nós perdemos o primeiro jogo, o time do Palmeiras é muito qualificado, lá dentro do estádio deles conseguimos a vitória, levantar a taça lá dentro é muito difícil, obviamente que não justifica os palavrões, mas eu liguei para o Dudu, pedi desculpas para ele e para a família dele pelos palavrões, a intenção não era ofender, até porque eu nunca tive problema com o Dudu ou qualquer outro atleta do Palmeiras, mas o palavrão passou um pouco do ponto - afirmou o jogador, depois da vitória sobre o Fluminense, neste domingo.

Sheik também afirmou que foi cobrado dentro de sua própria casa pelo palavreado que utilizou na comemoração do título paulista em uma casa noturna na zona sul de São Paulo.

- Eu sou pai e sei que nós atletas somos vistos por milhares e milhares de pessoas, fiquei muito mal, muito chateado comigo mesmo, me cobrei, porque venho de uma família muito simples, muito humilde, mas que prioriza a educação, os meus pais fizeram valer isso durante toda a minha infância, com meus irmãos foi assim também, fui cobrado, não pelas brincadeiras, porque eu sempre brinquei e sempre vou brincar, mas o palavrão eu passei um pouquinho e aproveito para pedir desculpas para o Dudu, e para a família dele também - concluiu.

Veja também:

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade