PUBLICIDADE

Após cirurgia bem-sucedida, Mozart poderá ter alta ainda neste sábado

Treinador da equipe de Chapecó foi submetido a um procedimento na coluna

1 mai 2021 17h38
| atualizado às 17h38
ver comentários
Publicidade

Passando por uma cirurgia na coluna para correção de hérnia de disco, o técnico Mozart deverá receber alta esse sábado, já que segundo a própria Chapecoense, tudo ocorreu normalmente.

Márcio Cunha/Chapecoense
Márcio Cunha/Chapecoense
Foto: Lance!

O comandante, que iria realizar a cirurgia após término do Brasileirão, acabou mudando os planos por ordens médicas, até mesmo por conta das fortes dores que sentia. No jogo diante o Hercílio Luz, por exemplo, pelas quartas de finais do Campeonato Catarinense, chegou a ficar sentado em muitos momentos do jogo.

Entretanto, mesmo com o êxito no procedimento realizado, Mozart deverá ficar um tempo afastado do comando da equipe.

PARTIDA PELAS SEMIFINAIS É SUSPENSA

A primeira partida da Chape, a princípio, que seria realizada neste domingo diante o Marcílio Dias, acabou sendo suspensa pela Federação Catarinense. A decisão foi tomada pela própria entidade, após uma denúncia de uma escalação irregular de Alisson por parte do Hercílio Luz, contra o Brusque, pela nona rodada da primeira fase.

O procurador jurídico da FCF, Rodrigo Capela, por sua vez, em entrevista ao Quatro em Campo, da CBN Diário, deu explicações sobre o caso.

"O Alisson jogou 20 de dezembro do ano passado, ele foi suspenso, pela Série B do estadual. Ele não cumpriu na Série A, aguardando julgamento. O julgamento foi no dia 6 de abril, e ele recebeu a punição de uma partida, que deveria cumprir na rodada seguinte, que foi no dia 10 de abril, na derrota por 2 a 1 para o Brusque. Se o Hercílio vai ser punido ou não, depende da Justiça. O Hercílio Luz tem direito de se defender. Vamos ter que estudar as datas, em caso de punição", disse.

Lance!
Publicidade
Publicidade